Cuiabá, 23 de Julho de 2024

POLÍCIA Sexta-feira, 24 de Novembro de 2023, 11:21 - A | A

24 de Novembro de 2023, 11h:21 - A | A

POLÍCIA / NÃO ACEITOU O FIM

Homem é preso após tentar agredir ex-esposa e e atear fogo na casa dela

Para ter acesso ao condomínio fechado, suspeito "fez a cabeça" de um amigo para alugar uma casa no local e ele pudesse “tirar satisfação” com a ex-mulher.

Ari Miranda
Única News



Um homem de nome e idade não revelada, foi preso pela Polícia Militar nesta quinta-feira (23), após incendiar a casa da ex-esposa, dentro de um condomínio fechado, no bairro Vila Rica, em Rondonópolis (218 Km de Cuiabá).

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima contou aos PMs que estava separada há alguns meses do suspeito e que, neste período, estava fora da cidade. Ao retornar, disse que foi surpreendida pelo ex-marido, que invadiu sua residência e, bastante agressivo, tentou agredi-la com uma barra de ferro.

A mulher disse ainda que, para se proteger do agressor, correu e pediu ajuda na portaria do condomínio, onde o agressor tentou forçar a entrada na guarita do local, quebrando a vidraça. Na ação, ele ainda feriu um funcionário, que tentava ajudar a vítima.

Instantes após causar estragos na portaria do condomínio, o homem retornou à casa dela e, com uma garrafa de gasolina, ateou fogo no colchão dela, dando início à um incêndio, destruindo móveis e eletrodomésticos

Uma equipe da Polícia Militar que estava em rondas pelas redondezas foi acionada e o suspeito acabou preso em flagrante. Os Bombeiros também foram acionados e estiveram no local para conter as chamas.

A vítima relatou que após a separação, pediu à equipe de segurança do condomínio que o acesso do agressor fosse negativado na portaria do condomínio. Contudo, segundo a vítima, o ex-marido conseguiu o acesso após induzir um amigo a alugar uma casa no local, para que assim ele tivesse acesso e cometesse o crime.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito possui passagens por furto, ameaça, uso ilícito de entorpecentes e outros crimes, havia sido liberado da prisão mediante o uso de tornozeleira eletrônica. Porém havia rompido o aparelho rastreador, deixado na casa de sua avó.

O agressor foi conduzido à delegacia para as devidas providências e aguardará a decisão da justiça dentro da prisão, para onde deve retornar, devido ao rompimento da tornozeleira.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3