Cuiabá, 25 de Maio de 2024

POLÍCIA Quinta-feira, 13 de Julho de 2017, 08:43 - A | A

13 de Julho de 2017, 08h:43 - A | A

POLÍCIA / VÃO RESPONDER POR CRIME COMUM

PMs do MT presos no Maranhão são suspeitos de agirem como "agiotas"

Por Suelen Alencar/ Única News



(Foto:reprodução)

material-apreendido(3).jpg

 

A polícia militar de Mato Grosso foi acionada na quarta-feira (12), da susposta participação de dois policiais militares  que foram presos na cidade e Santa Luzia, no Maranhão, supeitos de integrar uma quadrilha que manteve uma família como refém para cobrança de uma dívida.  

 

Segundo informações, os militares que seria um cabo e um soldado  do Batalhão de Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam) estavam com dez aparelhos celulares, além de armas, foram apreendidos durante a ação policial.

 

Conforme investigação da polícia militar e civil da região, os envolvidos são o soldado Edoriel Tales Taques Albuquerque e o cabo Wellington Bispo Nunes e outros dois homens, ainda não identificados. 

 

As vítimas informaram a polícia do Maranhão que os suspeitos a mantiveram em cárcere amarradas e amordaçadas. 

 

Em nota, a PM de Mato Grosso informou que Edoriel e Welligton foram liberados para folga e que já tomou conhecimento da prisão de dois policiais do Batalhão Rotam, porém não recebeu nenhuma informação oficial sobre as circunstancias e os crimes a eles imputados.  Informou ainda que além das implicações a que estão sujeitos na Justiça Comum, um Inquérito Policial Militar (IPM) será instaurado pela Corregedoria da PMMT para apurar a conduta de ambos.

 

O comandante das unidades especializadas lamenta pelo ocorrido e reforça que a Polícia Militar repudia atos dessa natureza.

 

 

 

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3