Cuiabá, 22 de Maio de 2024

POLÍCIA Quarta-feira, 29 de Março de 2017, 09:46 - A | A

29 de Março de 2017, 09h:46 - A | A

POLÍCIA / TRÁFICO DE DROGAS

Rotam prende trio em flagrante comercializando cocaína em região universitária de Cuiabá

Trio havia escondido o material ilícito dentro de fundos falsos, compatíveis aos painéis de carros

Karollen Nadeska / Única News



 

 

(Foto: Divulgação)

 

Três homens suspeitos foram presos em flagrante na noite desta terça-feira (28), na Avenida Carmindo de Campos, em Cuiabá. As prisões foram efetuadas pela Rondas Ostensivas Tática Móvel (Rotam), que apreendeu com o trio mais de nove tabletes de substâncias análogas à pasta base de cocaína.

 

Segundo o boletim de ocorrência n°2017105770, os policiais receberam a denúncia de que dois homens estariam comercializando entorpecentes nas proximidades do Campo do Coronel, no Bairro Dom Aquino, por volta das 20h30. Ao averiguar a situação, a Rotam encontrou dois veículos parados em atitude suspeita e quando se preparavam para realizar a abordagem um deles acabou fugindo, em alta velocidade.

 

No entanto, o Fiat Uno permaneceu no local e de posse da revista, foi encontrado em um fundo falso compatível ao painel do carro, carregado com nove tabletes de drogas. Ao ser questionado sobre o veículo Corsa Sedan, que teria foragido, o suspeito disse que o mesmo apenas estava junto. Porém, horas depois o carro foi localizado pelas demais equipes da PM encarregadas das buscas.

 

Eles foram identificados como Alenir Assis de Almeida, de 46 anos, Jonathan Diego Correa da Costa, de 26, e Aldenir Quintino Rodrigues, 53.

 

O condutor havia tentado escapar pela própria Avenida Carmindo de Campos, que é uma região conhecida por abrigar universidades da grande Cuiabá. Diante da situação, o terceiro suspeito acabou recebendo automaticamente voz de prisão e ainda foi descoberto que dentro do veículo Corsa, também havia outro fundo falso, com pacote da mesma substância ilegal.

 

Todos os envolvidos foram algemados e conduzidos a Central de Flagrante, para registro policial e demais providências. Segundo a Rotam, alguns chegaram com lesões no rosto e nas costas, por tentar resistir as prisões, com isso foi preciso usar a força física. Eles devem ser autuados por tráfico de drogas.

 

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3