Cuiabá, 20 de Junho de 2024

POLÍCIA Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 18:24 - A | A

10 de Junho de 2024, 18h:24 - A | A

POLÍCIA / IMAGENS FORTES

VÍDEO: Homem atropela e mata professor em MT e diz "confundiu com cachorro"

Segundo pessoas próximas, educador voltava de uma festa junina da escola onde ministrava aulas.

Ari Miranda
Única News



O professor Leandro Ribeiro Padilha (31) morreu na madrugada deste domingo (9), no distrito de São José do Couto, em Campinápolis (553 km de Cuiabá), após ser brutalmente atingido por um veículo VW Gol, dirigido em alta velocidade por um jovem de 19 anos.

Segundo informações, o condutor estava embriagado quando causou o acidente e fugiu sem prestar socorro à vítima. Contudo, acabou preso em flagrante cerca de 1 horas depois do crime.

Uma câmera de segurança registrou o atropelamento. Nas imagens, é possível ver o momento em que Leandro caminha tranquilamente pela beira da Avenida Central, quando o veículo Gol se aproxima em alta velocidade e atropela o educador. Com a violência do impacto, o professor é arremessado a vários metros. Ele chegou a ser socorrido, mas ao chegar no hospital, os profissionais de saúde constataram o óbito.

VEJA VÍDEO NO FINAL DESTA MATÉRIA

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, uma equipe foi acionada às 03h27 da manhã, com a informação do acidente. Ao chegar no local, os agentes encontraram a vítima caída na calçada e vários pedaços de peças plásticas e latarias do carro espalhados pela rua.

Conforme relatos de pessoas próximas, horas antes do fato, Leandro Padilha, popularmente conhecido na comunidade como “Caju”, estava ajudando na festa junina da Escola Municipal onde dava aulas, em São José do Couto.

Imediatamente, a PM iniciou as buscas ao veículo utilizado no crime, que foi localizado em uma residência do distrito de São José do Couto.

O dono do veículo disse que o carro estava com seu sobrinho, que havia pego o carro sem sua autorização, afirmando ainda que o jovem tinha consumido bebidas alcoólicas. Além disso, testemunhas disseram que, antes de atropelar Leandro, o motorista estava fazendo manobras perigosas e dando “cavalinhos de pau” pelas ruas do distrito.

Ao ser preso, o motorista de 19 anos alegou não se lembrar de como aconteceu o acidente, afirmando ainda que acreditava ter atropelado um cachorro’. No entanto, segundo a Polícia Civil, o vídeo do acidente faz cair por terra a versão do motorista que, mesmo com um grande espaço de rua para passar, faz questão de jogar o veículo em direção ao professor, atropelando-o propositalmente.

O veículo foi recolhido do local e, devido à falta de condições de ser levado até a cidade, foi deixado na escola onde a vítima dava aulas. Já o condutor foi levado para a Delegacia de Campinápolis, onde foi autuado pelo crime de homicídio doloso.

O corpo de Leandro foi recolhido do local e encaminhado para necropsia no Instituto Médico Legal (IML).

A Polícia Civil investiga o caso.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3