Cuiabá, 25 de Maio de 2024

POLÍTICA Sábado, 26 de Novembro de 2016, 11:15 - A | A

26 de Novembro de 2016, 11h:15 - A | A

POLÍTICA / NOVA GESTÃO

Emanuel viabilizará implantação da PUC em Cuiabá

Da Redação



(Foto: Assessoria)

Emanuel PUC

 

Visando a criação de um novo modelo econômico, social e de desenvolvimento da Cuiabá dos 300 anos, o deputado estadual e prefeito eleito da Capital, Emanuel Pinheiro (PMDB), se reuniu na tarde desta sexta-feira (25) com a equipe gestora da rede Marista. O intuito é de que o grupo implante unidades de educação básica e ensino superior na cidade, sendo que, para isso, será criada uma equipe de trabalho responsável pela elaboração de um projeto para a recepção. 

 

O prefeito eleito ressaltou o fato de Mato Grosso ser um dos poucos estados do Brasil que ainda não possuem uma unidade de ensino do grupo. “Vamos fazer tudo o que for possível para atrair a rede Marista para nossa cidade. Queremos criar um ambiente favorável, para que novos empreendimentos venham para Cuiabá. Aqui é a terra das oportunidades, de um povo trabalhador. Um Estado pujante, localizado no centro do continente, uma região de prosperidade e perspectivas”.

 

O senador por Mato Grosso, José Medeiros (PSD), que participou do encontro, destacou a necessidade de Mato Grosso se tornar referência não apenas na produção de commodities, mas também de conhecimento. “A rede Marista se enquadra como uma entidade filantrópica. Portanto, estou trabalhando no Senado Federal para rever a legislação acerca dessas entidades. Existe muita “pilantropia” por aí. E instituições sérias, como esta, acabam sendo penalizadas pela legislação atual”. 

 

Com 16 colégios distribuídos nos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Goiás e no Distrito Federal, que envolvem mais de 24 mil alunos, a rede Marista também é responsável pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). No Brasil desde 1897, o grupo considera necessária a expansão para Cuiabá. “Queremos ser um braço intelectual da sociedade cuiabana, ajudando nos campos de pesquisa, conhecimento e desenvolvimento”, explicou o conselheiro administrativo e gerente educacional da rede Marista, Manuir Mentges.

 

O grupo de trabalho responsável pelo estudo da implantação de unidades educacionais será formado por membros da Prefeitura de Cuiabá, Assembleia Legislativa, Governo do Estado e Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt).

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia