Cuiabá, 28 de Maio de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 10 de Julho de 2017, 19:05 - A | A

10 de Julho de 2017, 19h:05 - A | A

POLÍTICA / DEMOLIÇÃO

"Logo, logo toda a Ilha da Banana estará pronta para ser revitalizada", diz Wilson

Lara Belizário/ Única News



(Foto: Secid-MT)

DEMOLIÇÃO ILHA DA BANANA.jpg

 

Na tarde desta segunda-feira (10), o secretário de Estado de Cidades, Wilson Santos (PSDB) assegurou que até o próximo domingo todo largo da Ilha da Banana deve estar limpo e sem edificações.

 

No dia 16 de junho, o secretário havia assegurado ao Site Única News que até a data de hoje a demolição estaria concluída. No entanto, durante a marcha dos prefeitos, que aconteceu nesta tarde, em Cuiabá, ele estendeu o prazo em mais alguns dias e garantiu a conclusão em breve.

 

"Temos quatro ou cinco proprietários que conseguiram decisões judiciais para permanecerem enquanto concluimos as negociações financeiras, a indenização. No entanto isso não será um impedimento. Mais dia ou menos dia nós vamos chegar em um acordo financeiro, inclusive alguns serão concluídos esta semana. Logo, logo, tudo estará limpo", garantiu o secretário. 

 

Durante o evento ele ainda, destacou que enquanto as negociações para a conclusão da demolição não terminam, as autoridades responsáveis estão discutidindo com as comunidades envolvidas um modelo de praça cívico e cultural que será edificada no local. "Nós queremos discutir, construir o projeto, garantir recursos, licitar e começar a obra até janeiro de 2018", destacou o Santos.

 

 

VLT

 

Na ocasião, Wilson Santos também foi questionado sobre o andamento das obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), para ele, a autorização de continuidade deve vir em breve. "As coisas estão bem e acredito que nas próximas semanas vamos ter ótimas notícias. Não só em relação a essa obra, como também em relação a Salgadeira".

 

De acordo com o secretário, o governador Pedro Taques (PSDB) não tem a pretensão de dar a ordem de serviço sem a homologação judicial, ou seja sem autorização. Por isso, eles novamente esperam o segundo parecer dos Ministérios Públicos para poderem seguir a diante.

 

"Neste momento os Ministérios Públicos estão analisando os novos posicionamentos do acordo do consórcio do VLT  e do Estado. Eles já se pronunciaram uma vez, e nós respondemos as observações. O juiz determinou que eles se manifestassem pela segunda vez. Após essa segunda resposta, caso não tenha acordo, eu acredito que será aberto para diálogo. Pode acontecer uma audiência de consiliação mais na frente. Mas estou muito confiante que vamos chegar a um acordo. Não vou dar prazos, mas acredito que estamos nos capítulos finais", garantiu o secretário.

 

Segundo informações de Santos, as autoridades responsáveis já fizeram uma matriz de responsabilidade, com o único objetivo de garanti a conclusão da obra. Ele ainda pede calma e serenidade, alegando que este de negociação é crucial para corrigir falhas e construir uma estrutura que garanta segurança suficientes para finalizar todo o VLT.

 

"Vamos ter um comitê de acompanhamento das obras, com a presença do MP, dos órgão de controle e de todos os atores envolvidos. Além disso, vamos prestar contas periodicamente  à sociedade."

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia