Cuiabá, 27 de Maio de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 05 de Setembro de 2017, 13:10 - A | A

05 de Setembro de 2017, 13h:10 - A | A

POLÍTICA / ACORDO DA DELAÇÃO

Vistoriado bimotor, entregue ao governo, para abater prejuízo dos desvios milionários de Silval

Da Redação



(Foto: Gcom-MT)

avião de Silval.jpg

 

Foi vistoriado pelo Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), no início desta semana, o avião bimotor restituído ao Estado, pelo ex-governador peemedebista, Silval Barbosa, incluso no acordo de delação premiada, homologada pelo Supremo Tribunal Federal em 9 de agosto, após pedido da Procuradoria Geral da República.

 

A devolução foi uma das formas encontradas - no acordo de delação no STF -, para abater parte do prejuízo deixado por ele[Silval] e sua organização criminosa, no período que comandou o Estado. A aeronave vai ser enviada, nesta quarta-feira (06), para a empresa conveniada com o Governo do Estado, em Goiânia (GO), para uma vistoria, esta utlizando uma técnica especial.

 

Em Cuiabá, o bimotor modelo Seneca III BEM 810D passou por testes realizados em solo e apresentou, inicialmente, condições de atender as forças de segurança de Mato Grosso, com transporte de autoridades e até mesmo de presos.

 

De acordo com o comandante de aeronave Fabio Nalin, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) deve levar cerca de 30 dias para realizar a transferência de propriedade e operação do avião. E enquanto a Anac não realizar a transferência o bimotor, o avião não poderá ser utilizado pelo Estado.

 

Ainda segundo o comandante, o diagnóstico da empresa Goiás Manutenção de Aeronave, que tem contrato com o Governo de Mato Grosso, para manutenção de aeronaves deve ser concluído em 20 dias. “Simultaneamente vai ser feita inspeção da aeronave e a transferência da Anac para que o tempo seja otimizado”, explicou.

 

O avião do ex-governador Silval Barbosa, que ficou preso por quase dois anos, conta com seis lugares. “É um modelo de aeronave igual ao já usado pelo Cioapaer. Isso significa que não vai haver necessidade de treinamento. Sendo liberada pela Justiça, vistoria técnica e Anac já vai poder ser usada pelo Estado de Mato Grosso”, disse Nalin.  

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia