Cuiabá, 22 de Maio de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017, 15:15 - A | A

23 de Novembro de 2017, 15h:15 - A | A

POLÍTICA / NA AL

Wilson propõem que emenda direcione R$ 2 milhões para Secid

Da Redação



(Foto: AL/MT)

Wilson Santos

 

Após um tempo à frente da Secretaria de Estado de Cidades (Secid), o deputado estadual, Wilson Santos (PSDB), retornou à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e apresentou, durante a sessão desta quarta-feira (22), sete emendas aditivas à Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2018. Entre as propostas, está o direcionamento de R$ 2 milhões a sua antiga pasta.

 

“Espero que minhas emendas sejam aprovadas. Vou acompanhar todo o processo, pois essa é atenção que devemos aos municípios que nos elegeram, que nos confiaram essa representação. São emendas nas áreas de Educação, Saúde, Cultura, Esporte, Infraestrutura Urbana e Agricultura Familiar”, disse Wilson.

 

A primeira emenda é na área da educação, no qual fica destinado o valor de quase R$ 1,5 milhão para a adequação e manutenção da infraestrutura do setor em todo o estado. A segunda, direciona R$ 375 mil ao Fundo de Desenvolvimento do Esporte de Mato Grosso. Já a terceira emenda, no valor de R$ 693 mil, vai para o Fundo Estadual de Saúde.

 

A quarta emenda, no valor de R$ 375 mil, é destinada à cultura. O objetivo é ampliar o acesso e a democratização cultural da população e conselho de cultura nos municípios do estado. A quinta emenda direciona R$ 2 milhões, à Secretaria das Cidades, para a pavimentação e recuperação de vias urbanas dos municípios de Mato Grosso.

 

Já a sexta emenda, propõem a entrega do valor de R$ 391 mil a área do Desenvolvimento Econômico, especialmente na ação 2153- Promoção do “Destino MT”, desenvolvendo a cadeia produtiva do turismo. Por fim, a sétima emenda no valor de R$ 500 mil na área de Agricultura Familiar, que visa promover o desenvolvimento da agricultura familiar, através da disponibilização de insumos mecânicos (tratores, resfriadores de leite, sistemas de irrigação).

 

 “Ano passado eu não fiz isso e fui prejudicado. Então, esse ano, fiz questão de voltar e oficializar a entregas das emendas para que os nossos representados possam efetivamente receber benefícios diretos desse Parlamento, através da nossa atuação”, enfatizou. Após a apresentação de suas emendas, Santos retornou à Secid.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia