Cuiabá, 25 de Junho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017, 14:20 - A | A

21 de Agosto de 2017, 14h:20 - A | A

POLÍTICA / MEMÓRIA CULTURAL

Docs que contam a história de MT por meio de seus ícones encantam cuiabanos

Da Redação



(Fotos: Gcom-MT)

Tipos MT-Kleber Lima.jpg

 

Os documentários - intituladoS 'Tipos Mato-grossenses'-, lançados nesta última sexta-feira(18), no Cine Teatro Cuiabá, revelando a trajetória de vida de cidadãos que influenciaram direta e indiretamente nos rumos da história do Estado, foi um verdadeiro sucesso. Com um público de pelo menos 400 pessoas, os docs coordenados pelo secretário de Estado de Comunicação, Kleber Lima, foi para lá de bem recebido e chegou mesmo a emocionar algumas pessoas da velha cuiabania.

 

No evento, o secretário reiterou que há tempos o chefe do Executivo estadual, o tucano Pedro Taques, queria contar as história do Estado por meio de pessoas, pois viu nelas a oportunidade de também revelar a riqueza humana de Mato Grosso. 'Sempre digo que Mato Grosso é a síntese do Brasil, pois aqui temos gente de todas as partes do país, sejam gaúchos, cariocas, baianos, paulistas; e a maior riqueza do Estado é o povo, e estamos homenageando estas pessoas, estes pioneiros', destacou Kleber Lima.

 

Já o governador, inteiramente solícito com os homenageados - ressaltou os feitos de cada um -, pontuando sobre o pioneirismo, por exemplo, de Sarita Baracat na vida política, ao revelar que ela  "representa a força da mulher brasileira”. Mas com 'Seo Antônio Mulato', uma das figuras mais representativas da população negra no país, Taques além da homenagem, ainda foi dar um abraço em um dos mais importantes quilombolas da história recente brasileira.

 

(Fotos: Gcom-MT)

Tipos MT-Taques-docs.jpg

 

Para Taques, é de fundamental importância falar sobre estas pessoas, 'pois eles contribuíram para que todo mato-grossense pudesse chegar onde estamos. “A história destes homens e mulheres permitiu que chegássemos onde estamos hoje, eles o Estado, e eu gostaria de agradecer o trabalho realizado pelo Gabinete de Comunicação (Gcom), que não mediu esforços para tornar este projeto realidade'.

 

Mesmo em meio a um espaço apertado, já que o evento foi muito concorriddo, dona Brígida de Moraes, de 90 anos, estava encantada. Ex-professora da rede estadual de ensino e com dificuldade para andar, ainda assim não quis perder a oportunidade de ver a vida de alguns amigos pessoais passarem no ‘cinema’. 

 

“Eu conheço dona Sarita da época em que eu era professora. Conheço o doutor Novis Neves e a família Palma, pois aqui em Cuiabá, Várzea Grande, Rosário Oeste e pelas redondezas era tudo assim, todo mundo acabava se conhecendo de um jeito ou de outro, e aí você chega aqui e vê a vida desses colegas. Conhecer a importância de cada um deles para nossa história, é gratificante.”

 

Nesta primeira rodada de documentários foram homenageados Domingas Leonor, responsável por fundar o grupo de siriri Flor Ribeirinha, na comunidade São Gonçalo Beira Rio, há 20 anos. Sarita Baracat, a primeira mulher a conquistar uma vaga como vereadora e prefeita de Várzea Grande nos anos 60. Antônio Mulato: Quilombola da Comunidade Mata Cavalo, Antônio, atualmente com 111 anos lutou para a construção da primeira escola na localidade

 

Ainda estão nos docs dona Bem, Joabe Almeida, garimpeiro, coveiro e vereador. O ex-prefeito Rodrigues Palma, o médico, reitor e fundador da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Gabriel Novis Neves e Bolinha, filho do mestre Albertino

 

O projeto que encantou todos os que estiveram presentes em seu lançamento está disponível para a população por meio do site http://www.tiposmatogrossenses.com.br/, canais oficiais de divulgação e redes sociais do governo estadual, e vai compor acervo das escolas estaduais e bibliotecas públicas do Estado.

 

Agradecimento

 

“Não tenho palavras para descrever tamanha alegria”, disse Sarita Baracat com a voz embargada. “Mas não vou chorar não, porque hoje é dia de júbilo.” De pouca fala, mas de atitudes fortes, Seo Antônio Mulato foi sucinto: “Nós temos que agradecer a Deus, à família e a todos os envolvidos neste trabalho.” O prefeito de Santo Afonso, Joabe de Almeirda, disse não ‘caber em si de tanta felicidade’. “Para uma pessoas simples como eu, que veio de baixo e já foi até gari e coveiro, estar aqui hoje é ver que vale a pena correr atrás do que acreditamos, que Deus reconhece a história daqueles que acordam cedo a acreditam no trabalho. Obrigado Governo do Estado, obrigado governador Pedro Taques.”

 

Mais história

 

O Gabinete de Comunicação (Gcom) tem o propósito de produzir 20 mini documentários. Para dar andamento ao trabalho, será realizada uma consulta popular que oportunize aos moradores de outras regiões do Estado sugerirem novos personagens.

 

“A nossa inspiração foi a música do Moisés Martins, “Tipos Populares”. Depois, passamos para a parte mais difícil que foi selecionar os personagens que iríamos documentar. São pessoas comuns, que têm uma vida dedicada a uma causa e que merecem este reconhecimento. É uma oportunidade de mostrá-las às gerações atuais e também às gerações futuras”, explicou Kleber Lima.

 

A ideia do projeto é valorizar estas personalidades ainda em vida e também apresentá-las a diferentes públicos. É o resultado de um trabalho feito com base em pesquisas bibliográficas e em sugestões apresentadas pela comissão, montada exclusivamente para elaboração do material.

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia