Cuiabá, 20 de Julho de 2024

POLÍTICA Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 11:07 - A | A

24 de Maio de 2024, 11h:07 - A | A

POLÍTICA / NOVA "SECOPA"

Mauro descarta montar Secretaria Especial para Copa Feminina em 2027: “Errar duas vezes é burrice”

Fred Moraes
Única News



O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (União Brasil), descartou a possibilidade de que sua gestão monte novamente a Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa), mediante a escolha da Capital do Estado como uma das cidades-sedes da Copa do Mundo Feminina, em 2027, como foi feita pelo Governo Silval (2010-2014).

Em entrevista à imprensa, Mendes diz que viu a Secopa como um grande erro, que trouxe imensos prejuízos e através da corrupção em Mato Grosso. Para o governador, o que importa é que durante os jogos Cuiabá “faça bonito”, sem cometer os erros do passado.

"Errar uma vez é humano, duas é burrice. Qualquer grande evento de repercussão nacional e internacional e que Cuiabá e Mato Grosso possa sediar, me dá orgulho como governador e a todos nós mato-grossenses. É importante que façamos bonito, que não possamos cometer os mesmos erros do passado, que não tenhamos megalomania de achar que essas oportunidades vão mudar a história e fazer disso um grande fracasso histórico como foi as chamadas obras da Copa, sobras da Copa, que deixaram grandes sequelas e prejuízos para o brasil e para nós mato-grossenses", defendeu Mauro.

A Secretaria da Copa foi montada pelo então governador do Estado, Silval Barbosa, em nos inícios dos anos 2010 para receber Copa Mundial de Futebol Masculino de 2014. Diversos pacotes de obras de infraestrutura e mobilidade foram anunciados para o evento, mas foram entregues atrasadas, ou sequer concluídas, além da maioria estarem envolvidas em diversos escândalos de corrupção. Um exemplo é o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), ou Centro de Treinamento do Pari, que nunca foram entregues.

A Secopa era administrada do planejamento, execução, controle, fiscalização e a coordenação dos projetos especiais pertinentes à realização do Mundial.

Esta é a primeira vez que o Brasil sedia a Copa do Mundo Feminina de Futebol. O país já havia recebido duas copas masculinas, em 1950 e em 2014. Esta última teve a Arena Pantanal como palco de jogos da competição. O estádio foi reformado e adequado para atender as exigências da Fifa, na época, e hoje se tornou um espaço multiuso, com escola, eventos e jogos nacionais e internacionais. A Copa do Mundo Feminina ocorrerá entre 24 de junho e 25 de julho de 2027. Ainda não foram definidos os jogos que serão realizados em Cuiabá.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia