Cuiabá, 29 de Maio de 2024

RADAR NEWS Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017, 13:39 - A | A

17 de Novembro de 2017, 13h:39 - A | A

RADAR NEWS / COMO CONSELHEIRO

Magistrada nega a Maggi pedido para afastar juiz em compra de vaga no TCE

Da Redação



(Foto: Reprodução/Montagem/Web)

eder_silva_maggi-.jpg

 

 

A desembargadora Maria Erotides negou - agora em novembro -, ao ministro Blairo Maggi (PP), da Agricultura e Pecuária, pedido para afastar o juiz da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular, Luiz Aparecido Bertolucci Junior, responsável pela ação referente à investigação de suposta compra de vaga como conselheiro, no Tribunal de Contas do Estado (TCE).

 

O ex-governador e atual ministro respaldou seu pedido à Justiça, sob a justificativa de que o juiz Bertolucci já havia declarado sua inimizade a ele. A resposta de Erotildes é que para tal declaração há necessidade de provas, o que neste caso, ela aconsiderou não existirem, assim não havia materialidade que pudesse embasar o afastamento do magistrado. A decisão foi publicada no Diário de Justiça do último dia 9 de novembro.

 

O ministro e outras oito pessoas, entre elas, o conselheiro afastado do TCE, Sérgio Ricardo, são investigados pela suposta compra da vaga do conselheiro aposentado, Alencar Soares, com dinheiro público. O Ministério Público do Estado (MPE) denunciou que Maggi e os demais envolvidos pagaram supostamente R$ 4 milhões pela vaga no TCE.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia