Cuiabá, 29 de Maio de 2024

RADAR NEWS Sábado, 14 de Outubro de 2017, 16:30 - A | A

14 de Outubro de 2017, 16h:30 - A | A

RADAR NEWS / DEU NA VEJA

Para fechar delação, Riva entregou até recibos de suborno

Da Redação



(Foto: Reprodução)

Riva-depoimento.jpg

 

O ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, José Geraldo Riva, provou que não brinca em serviço. 

 

No Radar do colunista da revista Veja, Gabriel Mascarenhas, diz que Riva ao assinar o acordo com a Procuradoria Geral da República (PGR), entregou até recibos de pagamento de suborno a deputados estaduais.

 

No último mês, a Veja assegurou que delação de Riva vai mostrar mais de 100 milhões em suborno.

 

O ex-presidente da Assembleia foi um dos destaques da revista na versão online. A matéria relembra que Riva foi considerado como o maior ficha suja do país.

 

'Aliás, Riva é considerado o político com o maior número de processos no Brasil, ultrapassando a casa dos 100 processos. E agora, prestes a confirmar seu nome na galeria de grandes distribuidores de propina da história recente'.

 

Ainda de acordo com a Veja, Riva já com sua delação na reta final, deverá admitir à Procuradoria Geral da República, que pagou mais de 100 milhões de reais de suborno ao longo destas duas décadas em que se manteve no poder. Eque '99% da dinheirama escorreu para os bolsos de deputados estaduais do Mato Grosso'.

 

A delação do ex-deputado José Riva, está sendo realizada junto com a de seu ex-assessor Márcio Pommot; ambos, inclusive, já teriam entregue provas ao Ministério Público Federal.

 

E que fazem parte da relação de nomes que Riva promete entregar em sua colaboração com a Justiça, estão deputados, empresários, conselheiros, ministros até magistrados. Todos fariam parte da relação de nomes entregues, e que estariam envolvidos em esquemas criminosos que desiou milhões dos cofres públicos de Mato Grosso.

 

E que muito possivelmente, à exemplo da operação Malebolge, desencadeada pela Polícia Federal, em cima da delação do ex-governador peemedebista, Silval Barbosa, a de Riva também deverá resultar em novas operações da PF. 

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia