Cuiabá, 01 de Dezembro de 2020

RADAR NEWS
Quinta-feira, 02 de Julho de 2020, 13h:09

ENTENDA

Secretário de Saúde pede desculpas por declaração sobre médicos

Única News

Foto: Gustavo Duarte

O secretário de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho, pediu desculpas por uma declaração que fez na Câmara de Vereadores na quarta-feira (1º), quando disse que há médicos se "acovardando" diante da pandemia da Covid-19.

A declaração repercutiu em vários setores e causou reação do Conselho Regional de Medicina. A presidente do CRM, Hildenete Monteiro Fortes, em coletiva online, repudiou a declaração e afirmou que os médicos se recusam a "fazer parte de um mundo de fantasias", como se hospitais e profissionais da saúde estivessem preparados para a pandemia.

Em artigo publicado nesta quinta-feira (2), Pôssas explicou que criticou os médicos que apresentam atestados "fajutos" para se ausentar do trabalho sem necessidade, no momento em que mais são necessários.

"Quando eu falo dos profissionais que se acovardaram, em momento algum me refiro a estes que estão lutando para salvar vidas. Também não me refiro aos que estão afastados por serem do grupo de risco, seja por idade ou por comorbidade. Me refiro aos que entraram com pedido de afastamento usando atestados sem terem motivos reais para isso. Tivemos pedidos de afastamento de mais de 1500 profissionais da saúde desde que a pandemia começou e cada pedido destes foi periciado. Muitos destes pedidos foram indeferidos pelo médico que fez a perícia, pois ele constatou que não havia motivos para estes profissionais não trabalharem. São esses profissionais que eu disse que se acovardaram, pois ao invés de se juntarem às equipes que estão combatendo a pandemia, decidiram se esconder atrás de um atestado fajuto".

Por fim, pediu desculpas àqueles que estão na linha de frente e possam ter se ofendido.

"Peço desculpas aos profissionais da saúde que estão na linha de frente do combate à pandemia e que se sentiram ofendidos pela colocação que eu fiz. Tenham certeza de que a minha fala não foi direcionada a vocês. Como filho de médico que sou, tenho um grande respeito por quem trabalha nesta área, de maneira séria e comprometida."

Leia o artigo aqui: Estamos em guerra contra o mesmo inimigo


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE