Cuiabá, 22 de Maio de 2024

SOCIAL Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017, 14:44 - A | A

16 de Agosto de 2017, 14h:44 - A | A

SOCIAL / DIREITO DO TRABALHO

Ministra do TST encerra Conferência da Advocacia em Mato Grosso

Por Tamires José/Única News



GLAMUR FOTO 03.jpg

 

Para fechar a programação da XX Conferência Estadual da Advocacia e a XX Semana Jurídica, na próxima sexta-feira (18), a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) traz para a capital mato-grossense a Ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Delaíde Alves Miranda Arantes.

 

Formada em Direito pelo Centro Universitário de Goiás (Uni-Anhanguera), pós-graduada em Direito e Processo do Trabalho pela UFG e em Magistério Superior, Docência Universitária, pela PUC-GO, Delaíde passou a integrar o TST em 1º de março de 2011, ocupando vaga destinada à advocacia.

 

A ministra tem uma história de vida bastante interessante. Natural da zona rural de Pontalina, no interior de Goiás, aos 14 anos decidiu ir para a cidade para estudar e, para custear seus estudos, trabalhou como empregada doméstica em casa de família.

 

Desde então a futura ministra já era apaixonada pela área do Direito. Ela conta que assistia as sessões do Tribunal do Júri e ficava encantada com as argumentações. Delaíde também trabalhou como recepcionista de um consultório médico, em revendedora de tratores e em escritório de advocacia. Dois anos depois, já era sócia do escritório.

 

REFORMA TRABALHISTA – Em relação às recentes discussões sobre a Reforma Trabalhista e sua aprovação, a ministra se posicionou desfavorável às mudanças. Para ela, as transformações só vão acontecer de maneira eficiente depois que for realizada uma Reforma Tributária e o país começar a crescer economicamente. Delaíde acredita que a aprovação da Reforma Trabalhista vai impactar negativamente na remuneração do trabalhador, principalmente no que se refere ao trabalho intermitente, que acarretará na redução salarial.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia