Cuiabá, 21 de Junho de 2024

VARIEDADES Quinta-feira, 18 de Abril de 2024, 15:43 - A | A

18 de Abril de 2024, 15h:43 - A | A

VARIEDADES / "INVERSÃO DE VALORES"

Jornalista detona Fabio Porchat após comediante fazer piada com caso de morto em banco

Flávia Januzzi repudiou participação do artista no 'Encontro com Patricia Poeta' desta quinta (18)

Revista Quem
Única News



A jornalista Flávia Januzzi, que trabalhou 25 anos na TV Globo, detonou a participação do comediante Fabio Porchat no Encontro com Patrícia Poeta desta quinta-feira (18). Isso porque o artista abriu a atração fazendo uma piada com o caso de Érika de Souza Vieira Nunes, que foi presa em flagrante no Rio essa semana por tentativa de furto mediante fraude e vilipêndio de cadáver após tentar fazer o morto assinar um documento para sacar um empréstimo.

"Politicamente incorreto nunca foi sobre O QUE não se pode falar. Mas sobre QUEM não pode falar. Falta de empatia não tem ideologia. Tem, sim, mau gosto", escreveu Flávia no vídeo em que Fabio repete a cena da mulher no banco com uma pessoa da plateia do programa e arranca risadas de Patrícia Poeta. Flávia ainda usou as hashtags "decadência moral" e "inversão de valores".

Erika de Souza Vieira Nunes levou o cadáver de Paulo Roberto Braga, de 68 anos, supostamente tio dela, até uma agência bancária do Itaú em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro, nessa terça-feira (16). A intenção era pegar um empréstimo de R$ 17 mil no nome dele.

Os funcionários da agência suspeitaram do caso, devido à aparência debilitada do homem, e decidiram filmar a ação da mulher. Nas imagens, ela aparece segurando a cabeça do cadáver, que estava em uma cadeira de rodas.

Muitos seguidores concordaram com a jornalista. "Eu achei tão triste isso, uma falta de respeito com quem perdeu a vida! Virando motivo de piada em rede nacional. O ser humano se perdeu tanto! Você tem toda razão, Flávia", postou uma internauta. "Vindo dele não esperava menos, ele sempre foi um sem noção! E a Patrícia Poeta é outra...", opinou outra. "É inadmissível o escárnio que estão fazendo com o morto", escreveu um terceiro.

Outros, contudo, discordaram de Flávia. "Você acabou de botar um reels falando de liberdade de expressão, a dor de sair da Globo deve ser grande", escreveu um. "Todo mundo riu. Todo mundo mandou meme no Zap. Todo mundo achou bizarro. Mas o artista não pode fazer o mesmo que vocês fazem no anonimato. Hipocrisia pura!", opinou outro.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia