Cuiabá, 19 de Junho de 2024

CIDADES Terça-feira, 05 de Março de 2024, 18:43 - A | A

05 de Março de 2024, 18h:43 - A | A

CIDADES / DISPUTA INTERNACIONAL

Alunos de MT conquistam vaga em torneio mundial de robótica nos EUA

Mais de 2 mil estudantes de todo o país participam da competição que classifica as melhores equipes para torneios internacionais. Os robôs chegam a 56 kg e têm 1,2 metro de altura, para realizar tarefas em uma arena.

Da Redação
Única News



Onze alunos do ensino médio de cinco escolas estaduais de Sinop, a 503 km de Cuiabá, compõem a equipe Canintech, que garantiu uma das seis vagas para o campeonato mundial que acontece em abril na cidade de Houston, nos Estados Unidos, na modalidade FIRST Robotic Competition (FRC). Esse é o segundo ano consecutivo que o estado garante vaga no campeonato mundial.

A FRC é considerada a olimpíada dos robôs e é a categoria mais avançada, com alunos do ensino médio, que constroem e programam robôs de porte industrial. Mais de 2 mil estudantes de todo o país participam da competição que classifica as melhores equipes para torneios internacionais. Os robôs chegam a 56 kg e têm 1,2 metro de altura, para realizar tarefas em uma arena.

O voo das araras canindé, espécie abundante em Sinop (MT) foi o que inspirou o nome da equipe estreante. A Canintech foi uma das oito representantes de Mato Grosso no Torneio Sesi de Robótica, em parceria com a Secretaria de Educação do estado (SEDUC-MT).

Para o estudante de 16 anos da Escola Estadual Enio Pipino, Guilherme Cajaíba, a colocação excedeu as expectativas, já que são estreantes no programa.

"Acredito que todas as equipes entram no campeonato para ganhar, mas nós por ser uma equipe estreante que começou a pouco tempo esperávamos uma boa colocação, mas não iríamos para o mundial. Hoje nós vimos que somos diferentes e o que somos capazes de alcançar o que estávamos almejando", comemora.

Além da vaga para o mundial, o time ganhou o prêmio Industrial Design Award sponsored by General Motors, que homenageia a equipe que demonstra princípios de design industrial, alcançando um equilíbrio entre forma, função e estética.

Os onze alunos que compõem o time são: Alana Sophya dos Santos Elias, Ana Vitória dos Santos Monteiro, Geicy Kelly Bianchi da Silva, Guilherme Cajaiba Ribeiro Silva, Henrique Riffel, Juan Carlos de Paula Games, Lanna Freitas do Nascimento, Leonel Vitor Venancio Silvino Oliveira, Matheus Manieri Castro de Bora, Nicolas Nathã Pires da Silva e Rafaella Rodrigues.

Segundo o instrutor e mentor da equipe, Américo Koji, a indicação para o mundial foi fruto de meses de esforço.

"Viemos como equipe iniciante e queríamos fazer um bom trabalho, mas acredito que nem nos nossos melhores sonhos a gente pensou que poderia chegar na final. Foi muito tempo investido, foi um projeto bem trabalhado, bem pensado e é um reconhecimento pelos sete meses de esforço", diz.

A temporada de 2023-2024 da modalidade CRESCENDO, traz o desafio das argolas, que representam notas musicais. Os elementos são lançados ou colocados em caixas de som. Durante os 2m15s, os pilotos controlam os robôs que coletam notas de músicos humanos na fonte e as tocam em seu amplificador e alto-falante.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia