Cuiabá, 05 de Julho de 2020

CIDADES
Quarta-feira, 22 de Abril de 2020, 16h:13

Em reunião com Pinheiro, escolas particulares decidem suspender aulas até 10 de maio

Única News
Da Redação

(Foto: Assessoria)

Em reunião pela manhã desta quarta-feira (22), o prefeito Emanuel Pinheiro, juntamente com representantes do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Mato Grosso (Sinepe-MT), dialogaram sobre as estratégias e prazo para a volta às aulas e continuação das atividades escolares da rede privada em Cuiabá, que irão constar em Decreto Municipal, a ser publicado na próxima sexta (27). Durante o encontro, definiu-se que o Sindicato manterá a suspensão das atividades até a data de 10 de maio, atendendo as medidas de combate a disseminação do novo Coronavírus. A data de retorno ainda será definida por meio de decreto.

Os números da movimentação do setor em Cuiabá são expressivos: são 55 mil alunos, entre educação infantil, ensino fundamental, médio, superior, técnico profissionalizante, idiomas e cursos livres, como preparatórios, totalizando 25 mil trabalhadores, distribuídos em 264 unidades escolares.

“Esse apelo que fizemos ao setor é muito importante para continuarmos nesse controle rigoroso, criteriosos, já que é um número muito grande, um fluxo enorme de pessoas envolvidas e temos que ter esta sensibilidade de num momento de controle contra a Covid-19 todos deem a sua contribuição para circular menos e evitar um descontrole da pandemia na nossa capital.  Quero agradecer ao professor e em seu nome, todos os empresários e empreendedores da educação privada da nossa capital”, comentou Emanuel Pinheiro. 

A categoria, que seguia o Decreto Estadual, voltaria com as atividades no dia 30 de abril. Após reunião com prefeito de Cuiabá, novo decreto será escrito em conjunto. “Temos um dia para a volta de forma organizada, obtivemos uma resposta do poder público. Com isso ele tira uma preocupação do setor, um desespero dos trabalhadores e empresário e acalma a todo o seguimento, trazendo uma luz no fim do túnel e dando a resposta que precisávamos. Só temos a agradecer ao Município e ao prefeito por ter escutado este seguimento”, finalizou o presidente do Sinep-MT, Gelson Menegatti.

O novo decreto será publicado no dia 27 contendo as diretrizes a serem seguidas para o retorno das aulas nas instituições privadas em Cuiabá. 

“Juntos vamos elaborar este novo decreto, preparando o setor para o seu retorno com todas as medidas de biossegurança, além da garantia de emprego dos trabalhadores e profissionais da educação de uma forma geral, bem como também o funcionamento dos horários alternados, como estamos fazendo com o comércio e as indústrias, para desconcentrar os horários de pico, humanizar o trânsito, melhorar a mobilidade urbana e construir uma nova estrutura de desenvolvimento e de mobilidade urbana na nossa capital durante a pandemia e após a pandemia, seguindo todas as orientações técnico científicas da Organização Mundial da Saúde, do Ministério da Saúde, para que a cada ato, em cada momento como prefeito de Cuiabá tomar as decisões corretas, as decisões certas, que signifiquem cuidar e proteger a saúde e a vida das pessoas”, finalizou o prefeito de Cuiabá. (Com Assessoria)


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE