Cuiabá, 22 de Junho de 2024

CIDADES Sexta-feira, 03 de Maio de 2024, 18:31 - A | A

03 de Maio de 2024, 18h:31 - A | A

CIDADES / AJUDA HUMANITÁRIA

Mato Grosso envia militares para atuar no resgate de vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul

Equipe do Ciopaer decolou na tarde desta sexta-feira (3) da capital. Bombeiros seguirão por terra rumo ao sul do país neste sábado.

Ari Miranda
Única News



Militares do Corpo de Bombeiros e do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) da Polícia Militar de Mato Grosso se deslocaram para o sul do país na tarde desta sexta-feira (3), para prestar suporte nos trabalhos de resgate às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.

O anúncio foi feito pelo governador Mauro Mendes (UB) em suas redes sociais.

VEJA VÍDEO NO FINAL DESTA MATÉRIA

“Nesse momento de dificuldade, precisamos nos unir para ajudar nossos irmãos gaúchos. Não só por sermos todos brasileiros, mas por lembrarmos que Mato Grosso foi construído com a ajuda de muitos gaúchos que vieram para cá construir sua vida e ajudaram a fazer esse estado ser o que é”, disse Mauro Mendes.

“Continuaremos à disposição para fazer tudo o que for necessário para auxiliar o povo gaúcho”, completou.

O helicóptero do Ciopaer decolou da base, anexa ao Aeroporto Marechal Rondon, com dois pilotos e três tripulantes, que vão atuar nas ações sob coordenação da aviação do Rio Grande do Sul. Os agentes do Centro Integrado possuem ampla experiência em buscas, resgates e salvamentos em todo estado.

Já a equipe do Corpo de Bombeiros seguirá por terra e conta com 11 militares das cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Barra do Garças, Sorriso e Lucas do Rio Verde. O grupo conta com mergulhadores e operadores de desastres, além de dois cães farejadores, Bela e Maya, que atuaram na enchente que atingiu o território gaúcho, em setembro do ano passado.

Segundo informações, a previsão é de equipe dos Bombeiros saia de Cuiabá na manhã deste sábado (4).

“Os militares do Ciopaer e Corpo de Bombeiros estão indo com todos os equipamentos e viaturas necessárias para prestar apoio às forças de segurança e Defesa Civil do Rio Grande Sul. São equipamentos que auxiliam em diversos tipos de cenários, como soterramento, afogamento e salvamento com cães”, destacou o secretário de Segurança Pública de Mato Grosso, coronel César Roveri.

Entre os equipamentos que serão utilizados pela equipe estão cesto para resgate em helicóptero, cilindros de ar, boias, coletes salva vidas, serrotes, enxadas, picaretas, rádios para comunicação e drones.

O Corpo de Bombeiros conta ainda com quatro viaturas, um barco e um jet ski.

(Foto: Reprodução/Internet)

rs alagamentos.jpg

Estragos provocados pelas fortes chuvas que atingem a região sul do Brasil.

NÚMEROS DA CATÁSTROFE

O boletim divulgado pela Defesa Civil do Estado do Rio Grande do Sul atualizado na manhã desta sexta-feira (3) confirmou 31 pessoas mortas, 56 feridas e 74 desaparecidas em todo o estado, por causa das fortes chuvas que atingem a região desde a última terça-feira 30. Há ainda 7.165 pessoas e abrigos e outras 17.087 desalojadas, em 235 municípios atingidos.

A Polícia Rodoviária Federal também informou que até o momento, há 53 trechos de rodovias federais no estado com bloqueios, sendo 39 totais e 14 parciais. Alguns foram interditados por quedas de barreiras, desmoronamentos, erosão e acúmulo de água e outros foram realizados de forma preventiva por apresentarem rachadura na pista ou ponte coberta pelas águas dos rios.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia