Cuiabá, 07 de Março de 2021

CIDADES
Domingo, 17 de Janeiro de 2021, 14h:00

VEJA COMO AJUDAR

Pais criam Vakinha para comprar remédio de R$ 10 mil para filho com doença rara

Vithória Sampaio
Única News

(Foto: Arquivo Pessoal)

O menino, Miguel Yuri da Silva Alves, de apenas 7 meses, foi diagnosticado no ano passado, com síndrome de Guillain-Barré, uma doença rara. Para realizar o tratamento incluindo medicações, fisioterapia e outros itens necessários para o menino sobreviver, o pai Patrick de 25 anos, com o auxílio de um amigo, criou uma “Vakinha online”, para arrecadar os recursos necessários.

O bebê, filho único de Patrick com Najila, nasceu saudável, mas no dia 10 de janeiro de 2021, deu entrada no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), com muita febre e um quadro de ausência de evacuação.

Segundo o pai, que trabalha como chapeiro em uma lanchonete, Miguel foi gradualmente piorando sua capacidade neurológica, até não conseguir sentar-se, nem se mexer.

Diante da situação, o menino passou por um exame, realizado através da coleta de líquido da medula espinhal e foi diagnosticado com síndrome de Guillain-Barré.

(Foto: Arquivo Pessoal)

ajuda Miguel

 

A Síndrome de Guillain-Barré é uma doença autoimune marcada pela perda dos reflexos do corpo. Fraqueza muscular é o principal sintoma, deixando aos poucos o corpo sem movimento.

Ela se manifesta sob a forma de inflamação aguda desses nervos e, às vezes, das raízes nervosas.

O pai explicou que foi de repente que a doença se manifestou, o que assustou a família. Ele começou a ter muita febre, até que os pais resolveram procurar ajuda médica.

Para que Miguel se recupere rápido e sobreviva, ele precisa urgente fazer o uso da medicação e fazer o tratamento o quanto antes.

Sem muitas condições financeiras, a família precisa arrecadar os custos para as medicações de urgência.

“Não sabemos o que vai acontecer, o tratamento é crucial para ele se recuperar. Sem contar que ele vai precisar fazer fisioterapia e é muita coisa”, disse o pai em desespero.

Para ajudar, basta entrar no link da vaquinha ou entrar em contato com a mãe de Miguel, Najla: (65) 99334-3204 ou com o pai Patrick: (65) 9220-9337.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE