Cuiabá, 21 de Junho de 2024

CIDADES Segunda-feira, 06 de Maio de 2024, 16:00 - A | A

06 de Maio de 2024, 16h:00 - A | A

CIDADES / BRASILEIRÃO 2024

Técnico do Palmeiras diz que equipe do Cuiabá "terá mais derrotas do que vitórias” na temporada

Abel Ferreira disse ainda que foco do Dourado em 2024 deve ser manter o "pé no chão" e focar na permanência na Série A.

Ari Miranda
Única News



Em coletiva de imprensa após a vitória sobre o Cuiabá, o português Abel Ferreira, técnico do Palmeiras, falou sobre os desafios que o alviverde cuiabano terá que enfrentar no Brasileirão deste ano, destacando que os torcedores do Dourado, que até o momento não teve nenhuma vitória no campeonato e ocupa atualmente, o Z-4 da tabela, a temida “zona de rebaixamento”.

O Cuiabá já “coleciona” três derrotas no Brasileirão, a última delas para o alviverde paulista. E na visão do português o torcedor do Dourado terá que “se acostumar” com as derrotas nessa temporada devido as diferenças de recursos financeiros com outros clubes nacionais, ressaltando que a diretoria do clube e torcedores precisam ter “pé no chão”.

"Tem que perceber que um clube como o Cuiabá vai perder mais vezes do que vai ganhar. E as vezes o problema é gestão de expectativas. O Cuiabá não luta pelos mesmos objetivos que luta o Palmeiras", enfatizou o português.

“O Palmeiras hoje era obrigado a ganhar aquele jogo. Eu acho que quando as direções têm essa noção, são realistas e percebem o contexto onde estão e percebem que há equipes que vão ganhar mais do que perder, e há outras que vão perder mais do que ganhar”, completou.

Além disso, Abel Ferreira avaliou o compatriota, ex-jogador da seleção portuguesa, Armando Petit, escolhido na semana passada para ser novo técnico do Cuiabá, falando ainda sobre as recorrentes contratações de técnicos portugueses no Brasil nos últimos anos – à exemplo dele e o técnico António Oliveira, ex-Dourado e recém contratado pelo Corinthians.

“Competência não tem nacionalidade. É um contexto Brasil difícil, é muito difícil, porque há muitas equipes que querem o mesmo objetivo, e só uma pode ganhar e é normal que sobre para os treinadores”, destacou.

“Falando do Petit, particularmente é uma pessoa que eu gosto, é uma pessoa que trabalha, um treinador humilde que fez muitos e bons trabalhos em Portugal, em equipes do nível do Cuiabá”, garantiu Ferreira.

Além disso, Abel enalteceu as qualidades do conterrâneo.

"Foi um jogador que subiu a pulso. Não foi à custa de nada, nem de ninguém, nem de favores de ninguém. Eu gosto desse tipo de pessoas, que não precisam de ajudas para subir na vida. Ele [Petit] é um deles. E desejo-lhe a partir de agora as maiores felicidades, porque o conheço o suficiente para lhe desejar essa sorte”, disse.

Por fim, o técnico palmeirense asseverou que os jogadores do Cuiabá precisam estar atentos às ordens do no treinador para garantirem bons resultados na temporada de 2024, mantendo o foco em se manter na série A do Brasileiro perlo quarto ano seguido e também na repetição da campanha do ano passado, quando o alviverde pantaneiro terminou o Brasileirão na 12ª posição.

“Um objetivo seguramente o Cuiabá deve ter é manter-se e tentar repetir uma classificação igual ao ano passado, mas não podemos nos esquecer que o Cuiabá perdeu jogadores importantes e muito influentes na equipe. É preciso que os torcedores os ajudem, que ajudem o treinador [Petit], que os jogadores se adaptem rápido às ideias do treinador e que tenham uma direção por trás que os ajude, sobretudo, nos momentos mais difíceis”, pontuou.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia