Cuiabá, 21 de Julho de 2024

JUDICIÁRIO Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2024, 10:07 - A | A

26 de Fevereiro de 2024, 10h:07 - A | A

JUDICIÁRIO / MATOU CASAL EM CUIABÁ

Após "passeios" em supermercado, MP exige prisão a Carlinhos Bezerra: "Afronta à justiça e à sociedade"

Aline Almeida
Única News



O Ministério Público do Estado (MPMT) apresentou, em manifestação complementar, pedido urgente de revogação da prisão domiciliar de Carlos Alberto Gomes Bezerra, 58, autor do assassinato da ex-companheira Thays Machado e do namorado dela, Willian César Moreno, em 18 de janeiro de 2022. No pedido, o MP alegou que Carlinhos 'afrontou a justiça' ao sair de sua residência para fazer 'compras rodeado de seguranças armados', durante período em que esteve monitorado por tornozeleira eletrônica.

O MP já havia solicitado a revogação da prisão, indicando a ausência de laudos médicos que confirmem que Carlinhos é portador de doença grave. No entanto, o promotor de Justiça Jaime Romaquelli aponta denúncias recebidas pelo MP de que o réu, no período em que esteve monitorado por tornozeleira eletrônica, fez diversos deslocamentos não autorizados pela Justiça.

"Chegou ao nosso conhecimento, também, Excelência, que no período em que esteve tornozelado cumprindo prisão domiciliar, o réu fez diversos deslocamentos não autorizados pelo juízo, inclusive comparecendo a supermercados da cidade, ladeado por segurança armados, representando uma afronta à justiça e à sociedade, e uma ameaça aos familiares e testemunhas do processo".

Romaquelli enfatiza que a prisão domiciliar foi concedida sob o pretexto de que Carlos Alberto Bezerra é portador de doença que o torna dependente de tratamentos que não podem ser dispensados do interior da prisão. Mas o MP, em manifestação anterior, cita que a defesa do réu, em nenhum momento, trouxe qualquer relatório médico onde ficou demonstrada a debilidade decorrente de doença grave.

"Há necessidade de que venha aos autos comprovação dessas informações e, para tanto, após a revogação da prisão domiciliar, requeremos sejam requisitadas à unidade responsável pelo acompanhamento do monitoramento eletrônico que apresente relatório detalhado sobre todos os deslocamentos feitos por Carlos Alberto Gomes Bezerra, no período de 21 de novembro de 2023 até a revogação da decisão, bem como sobre eventuais interrupções no funcionamento da tornozeleira decorrentes de descarregamento ou violações", complementa o promotor.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia