Cuiabá, 23 de Janeiro de 2021

POLÍCIA
Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2018, 16h:33

11 DIAS

Arcanjo é autorizado a passar Natal e Ano Novo em fazenda

Claryssa Amorim

(Foto: divulgação)

arcanjo.jpg

 

O ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro foi liberado pelo juiz Geraldo Fidelis, da Vara de Execuções Penais de Cuiabá, para passar as comemorações do final de ano com a família em sua fazenda, em Várzea Grande (região metropolitana). O ex-bicheiro ficará na fazenda do dia 23 de dezembro a 3 de janeiro de 2019.

 

Arcanjo já teve pedidos negados por Fidelis para dormir nos finais de semana na fazenda São João, às margens da BR-163. No entanto, o magistrado entendeu, desta vez que, se trata de comemorações do Natal e Ano Novo. 

 

Atualmente, o ex-bicheiro cumpre a prisão domiciliar em uma casa no Bairro Boa Esperança. Fidelis ainda pontuou na decisão que a execução penal dele tem o caráter de criar condições para o reintegrar socialmente.

 

No entanto, o juiz impôs a medida de não retirar a tornozeleira eletrônica e deverá todos os dias se recolher a partir da 20h.

 

“Contudo, durante o período solicitado, deverá o recuperando obedecer a todas as condições pelas quais foi advertido, referentes a seu regime de cumprimento de pena, principalmente o recolhimento noturno, entre 23/12/2018 e 03/01/2019, na 'Fazenda São João', e não em sua residência na Capital”, lembrou Fidelis.

 

Já sobre os pedidos para dormir nos finais de semana na fazenda, o magistrado diz que a autorização iria alterar o sistema eletrônico de monitoramento de Arcanjo. E que, ainda, ele não é diferente dos outros presos e que deve se submeter as mesmas obrigações e limitações que as outras mais de 1,5 mil pessoas na mesma situação.

 

“Aliás, o mesmo direito e obrigação que possui o senhor João Arcanjo Ribeiro também assiste ao “João da Silva”, ao “Manoel dos Anjos” e ao “Francisco da Costa”, além dos outros recuperando. O tratamento aqui é igual para todos!”, comentou o juiz.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE