Cuiabá, 15 de Janeiro de 2021

POLÍCIA
Quarta-feira, 29 de Julho de 2020, 12h:54

Policial e filho de sargento estão entre bandidos mortos em confronto

Claryssa Amorim
Única News

(Foto: divulgação/PM)

Dois dos seis homens mortos, durante troca de tiros com policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), na manhã desta quarta-feira (29), no bairro Itamaraty, em Cuiabá, tinham ligações com a Polícia Militar.

Um era soldado da PM, Oacy da Silva Taques Neto, de 30 anos, e atuava na base do Boa Esperança. O policial estava afastado das funções, em licença médica para tratamento de saúde.

Já o outro identificado é Leonardo Vinícios Pereira, de 24 anos, que é filho de um sargento, também da PM. Ele já tinha passagens criminais por roubo e tráfico de drogas.

O sargento, pai de Leonardo, chegou a registrar um boletim de ocorrência na noite dessa terça-feira (28), informando que sua arma, uma pistola .40, havia sido furtada, possivelmente por seu filho, o que se confirmou. No local da troca de tiros, foi encontrada a arma do policial.

A Polícia Militar informou que toda a ação policial, o confronto, a participação do soldado Taques e o sumiço da arma do sargento serão investigados pela Corregedoria Geral da PMMT.

O caso

Os seis criminosos morreram durante confronto com policiais do BOPE, no início da manhã desta quarta-feira, nos fundos do condomínio Belvedere.

A PM recebeu a informação, durante a madrugada, de que carros, com homens fortemente armados, estavam rondando o bairro para praticar um assalto. Então, a equipe do Bope foi até o local e avistou os carros descritos.

Durante abordagem, os criminosos, que estavam em dois veículos, Corolla e Uno, reagiram e atiraram contra a polícia, fugindo em alta velocidade em uma estrada de chão. Momento em que os policiais revidaram.

Com os suspeitos, foram encontradas seis armas de fogo, sendo três pistolas, três revólveres, além de três rádios HT que seriam para monitorar a freqüência da polícia, além de um colete balístico. A apuração indicou que o veículo Uno era alugado. Outras informações estão sendo levantadas pela Polícia Judiciária Civil.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE