Cuiabá, 17 de Junho de 2024

POLÍCIA Quarta-feira, 22 de Dezembro de 2021, 10:10 - A | A

22 de Dezembro de 2021, 10h:10 - A | A

POLÍCIA / VENDA EM FACEBOOK

Vítima cai em golpe do ‘falso PIX’ e PJC consegue recuperar R$ 10 mil

Thays Amorim
Única News



A Polícia Judiciária Civil (PJC) conseguiu recuperar R$ 10,3 mil de uma vítima que caiu no golpe do falso PIX, negociando um veículo no município de Pontes e Lacerda (a 448 km de Cuiabá). O crime foi denunciado na última segunda-feira (20), devido a uma confusão no Cartório do 2º Ofício, quando a vítima ao transferir a quantia para a conta do golpista, percebeu que se tratava de um golpe.

De acordo com o relato da PJC, há cerca de quatro dias a dona do veículo, a primeira vítima do crime, publicou no Facebook que estava vendendo um veículo Fiat Pálio no valor de R$ 18 mil. O golpista entrou em contato via WhatsApp, interessado na compra do carro.

Após negociação, foi acordado o valor de R$ 17 mil, sendo que o suspeito fez uma transferência falsa por meio de PIX na conta da vítima, mandando o suposto comprovante pelo aplicativo de mensagens.

Na segunda-feira (20), o golpista entrou em contato com a dona do carro, afirmando que revenderia para a segunda vítima do golpe. O bandido pediu para a mulher não revelar o valor da compra ao outro comprador.

Diante do combinado, a proprietária do Pálio foi até o cartório para realizar a transferência. A segunda vítima compareceu ao local e realizou a transferência de R$ 12 mil para a conta corrente informada pelo golpista.

Somente após a transferência, a dona do veículo e o comprador que realizou o PIX perceberam que se tratava de um golpe de estelionato. Eles começaram a discutir em frente ao local, após a venda. A Polícia Militar foi acionada para averiguar a situação, quando o caso foi encaminhado à PJC.

A Delegacia de Pontes e Lacerda solicitou apoio da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), que investigou o caso e conseguiu efetuar o bloqueio de aproximadamente R$ 10,3 mil subtraídos da vítima.

As investigações seguem em andamento para identificar o autor do crime, segundo a PJC.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3