Cuiabá, 25 de Maio de 2024

POLÍTICA Domingo, 22 de Outubro de 2017, 17:04 - A | A

22 de Outubro de 2017, 17h:04 - A | A

POLÍTICA / EM CARAVANA

Governador desmente prefeito e garante que Cuiabá não ficará sem hospital

Da Redação



(Foto: Reprodução)

Pedro Taques

 

A polêmica levantada pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), de que Cuiabá, ficará sem hospital por conta do remanejamento do recurso para a Saúde foi desmentida pelo governador Pedro Taques (PSDB) durante a Caravana da Transformação.

 

A bancada federal de Mato Grosso havia prometido enviar R$ 82 milhões para comprar os equipamentos para o novo Pronto-Socorro de Cuiabá. Porém, decidiu voltar atrás e disse que o valor será divido entre o município e o Governo do Estado.

 

Para o prefeito, a atitude da bancada mostrou falta de compromisso com a população cuiabana.

 

Mas, o governador disse que irá ligar para o gestor municipal para resolver este impasse.

 

“Cuiabá não ficará sem hospital, desejo que ele fique pronto em abril do ano que vem. Não sou engenheiro, mas nosso desejo é que ele fique pronto em abril do ano que vem. R$ 50 milhões é o que o Governo do Estado está bancando ali. Não tem polêmica, vamos chegar e chamar o prefeito para resolver. Estamos juntos por Cuiabá e Mato Grosso”, afirmou.

 


Bancada
A bancada federal de Mato Grosso é comandada pelo deputado federal Victório Galli (PSC). O rateio dos recursos foi definido durante uma reunião na terça-feira (17).

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia