Cuiabá, 25 de Novembro de 2020

POLÍTICA MT
Sábado, 24 de Outubro de 2020, 10h:31

BATE-VOLTA

Justiça determina retirada de propaganda de Emanuel contra Abilio

Única News
Da Redação

(Foto: reprodução)

A Justiça Eleitoral da 1ª Zona de Cuiabá, determinou a retirada de propaganda política em que a coligação "A mudança merece continuar", do candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB), usa artifícios gráficos para criticar o adversário Abilio (Podemos), da coligação "Cuiabá para pessoas".

Conforme o juiz Geraldo Fernandez Fidelis Neto, a propaganda de Emanuel "utiliza-se de material gráfico e efeitos especiais; transveste a atividade lícita do representante, como vereador, em uma propaganda pejorativa, como se ele estivesse praticando ilicitudes em seu mandato, o que é flagrantemente ilegal".

O juiz alega ainda que, "ao longo da peça publicitária veiculada, foram utilizados, em demasia, recurso de computação gráfica e efeitos especiais, como, por exemplo, quando apresenta a página rasgada ao meio e em outros trechos a imagem sendo movimentada artificialmente em cenário exclusivamente virtual, sempre com uma trilha sonora sensacionalista, fato que se permitido de forma passiva os representados levarão vantagem indevida sobre os demais candidatos".

Abilio acredita que a decisão foi justa, pois, segundo ele, configura em uma tentativa "desesperada" de ataque à sua candidatura, "pois as últimas pesquisas o colocam em primeiro lugar no pleito eleitoral".

"Eu confio na Justiça. Eles me cassaram, eu voltei. Eles tentam desconstruir meu trabalho, a Justiça, mais uma vez, vem e mostra a verdade. Eles estão desesperados com nosso crescimento, com o apoio que temos recebido nas ruas da população. Não adianta vir com jogo sujo, a nossa verdade sempre foi exposta, já a dele, estamos esperando aparecer até hoje", disse Abilio.

A decisão, em caráter liminar, é dessa sexta-feira (23).


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE