Cuiabá, 21 de Junho de 2024

POLÍTICA Sábado, 11 de Maio de 2024, 15:25 - A | A

11 de Maio de 2024, 15h:25 - A | A

POLÍTICA / CRITICOU FALA DE MINISTRO

Mauro: Falar que o agro não contribui para colocar comida na mesa, mostra completo desconhecimento

Fred Moraes
Única News



O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (União Brasil), criticou a fala do ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, que na semana passada afirmou que o agronegócio não é responsável por alimentar a sociedade brasileira. Mendes afirmou que a fala de Luiz mostrou desconhecimento e reforçou a importância do Estado na produção de agricultura.

Em entrevista à imprensa nesta quinta-feira (09), Mauro explicou que não tomou conhecimento das falas do ministro, que foram proferidas no dia 30 de abril, mas reforçou que a necessidade do agronegócio para a economia e alimentação.

“Falar que o agronegócio brasileiro e mato-grossense não contribui para colocar comida na mesa, quem quer que seja, ministro ou qualquer cidadão que diz isso, mostra completo desconhecimento do que é a cadeia do grande agronegócio brasileiro. É bem verdade que pouquíssimas pessoas comem soja, mas a grande maioria das pessoas come carne, come frango, come porco e esses animais, essas proteínas animais são alimentadas com as proteínas vegetais, com milho, com farelo de soja, com tudo aquilo que é produzido no agronegócio brasileiro”, defendeu Mauro.

O governador ainda pediu para que o ministro deixasse de “jogar produtores contra a sociedade”, pois traria prejuízos na imagem do país.

“O agronegócio vai além de produzir milho, produz algodão, ele produz carne, ele produz uma série de grandes valores nutricionais que são colocados à disposição do Brasil e do mundo. Então, eu acho que reconhecer a importância de todos nesse país e parar de jogar uns contra os outros, seria uma boa medida pra construir um país melhor”, finaliza.

A fala de Luiz foi feita durante uma coletiva de imprensa no fim do mês de abril, em São Paulo. O ministro defendeu a agricultura familiar e disse que o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) “bota alimento na mesa do brasileiro”.

"Quem bota alimento na mesa do povo brasileiro de verdade são as pequenas propriedades, os pequenos agricultores", declarou o ministro de Lula, "é a agricultura familiar, os assentamentos do MST, que muita gente torce o nariz quando fala, mas essa é a verdade".

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia