Cuiabá, 10 de Abril de 2020

POLÍTICA
Quarta-feira, 25 de Março de 2020, 11h:01

PREVENÇÃO AO COVID-19

Mauro Mendes não segue opinião de Bolsonaro e mantém restrições em Mato Grosso

Euziany Teodoro
Única News

Mayke Toscano/Secom-MT

O governador Mauro Mendes afirmou que não vai alterar as rotinas determinadas em Mato Grosso de combate ao Coronavírus, mesmo após pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, que pediu a “volta à normalidade” e chamou a doença de “uma gripezinha”.

Em declaração sucinta, o governador informou que manterá a restrição ao convívio social e as atividades essenciais para a economia em funcionamento, como já está sendo feito.

“Vamos continuar a restringir o convívio social e a preparar toda a estrutura necessária para atender aos possíveis doentes do coronavírus. Mas, não iremos proibir nenhuma atividade econômica essencial, desde que haja a devida obediência às regras sanitárias”.

A declaração de Bolsonaro repercutiu em todo o país, pois vai em direção contrária a ações em todo o mundo, que tentam combater o avanço do COVID-19, e do próprio Ministério da Saúde, comandado por Henrique Mandetta, que aconselha o isolamento social.

Em Mato Grosso, já são sete casos confirmados de Coronavírus e 269 suspeitos, segundo boletim divulgado na noite dessa terça-feira (24).

Além do isolamento social, as principais orientações são:

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infeccções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

- Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
- Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
- Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;
- Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
- Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE