Cuiabá, 23 de Julho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 18 de Maio de 2022, 16:51 - A | A

18 de Maio de 2022, 16h:51 - A | A

POLÍTICA / FALTA DE INVESTIMENTO

Max chegou a propor CPI na ALMT para resolver imbróglio da BR-163

Thays Amorim
Única News



O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o deputado estadual Max Russi (PSB), afirmou nesta quarta-feira (11) que chegou a propor uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Casa de Leis para resolver o imbróglio da concessão da BR-163, que atualmente é administrada pela Rota do Oeste.

Contudo, logo após a sugestão de levar o assunto para a ALMT, a empresa devolveu a concessão à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), sem cumprir a duplicação de 330 km, especialmente no trecho entre Sinop, que registra diversos acidentes como o da terça-feira (17), onde oito pessoas morreram em uma colisão entre um ônibus da empresa Itamarati e uma carreta Volvo.

“Lamentável a gente ter que usar um fato como esse para cobrar algo que a gente já estava cobrando bastante. Eu até propus abrir uma CPI aqui na Assembleia, quanto a gente fez a proposta, a concessionária devolveu, o Governo Federal não tem agido nisso, é lamentável porque é uma BR federal e precisa ser dado uma solução”, enfatizou.

Até o momento, o Governo Federal não apresentou um novo projeto de administração. Em indicações, Max já pediu agilidade nas tratativas para a contratação de uma nova empresa para gerenciar a estrutura da rodovia. Uma das sugestões do parlamentar é a estadualização do trecho.

“Então, por que o Governo Federal não retoma isso? Ou senão, passe para o Governo do Estado, acho que poderia ser um caminho de resolver esse problema, porque realmente, da forma que está, não vai ser resolvido, é lamentável, e vidas estão se perdendo”, enfatizou.

Acidente fatal

Nesta terça, um acidente na BR-163 entre Sinop e Sorriso matou oito pessoas. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor do ônibus invadiu a pista contrária e bateu de frente com a carreta. A suspeita é que o motorista tenha dormido ao volante.

Pelo menos 15 pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas a unidades de saúde nas proximidades.

De acordo com a Concessionária Rota do Oeste, que administra a rodovia, os socorristas foram acionados às 11h56 sobre a ocorrência registrada próxima ao KM-799, da BR-163. A pista no local ficou interditada por mais de 3 horas para a retirada das vítimas e a limpeza dos destroços da rodovia.

Em relação ao motorista da carreta, foi informado pelos socorristas que ele saiu de Sinop e tinha como destino Rondonópolis. Ele teve ferimentos leves.

LEIA MAIS: PRF corrige informação e número de mortos em acidente na BR-163 cai para oito; veja os identificados

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia