Cuiabá, 29 de Maio de 2024

RADAR NEWS Segunda-feira, 17 de Abril de 2017, 16:09 - A | A

17 de Abril de 2017, 16h:09 - A | A

RADAR NEWS / HOMENAGEM

Botelho diz que título de Cidadão Mato-grossense à Lula é legítimo

Da Redação



ft-lula-biografia.jpg

 

 
O presidente da Assembleia Legislativa, o deputado socialista Eduardo Botelho (PSB), garantiu a legitimidade do título de Cidadão Mato-grossense que será entregue ao ex-presidente da República, Luuz Inácio Lula da Silva.
 
A proposta foi aprovada pelos parlamentares na semana passada. O documento apresentado pelo deputado petista Valdir Barranco homenageia Lula pelos serviços prestados ao Brasil, em particular para Mato Grosso.
 
"O título foi aprovado pelo parlamento e eu como presidente do Parlamento, não posso interferir. Poderia me intrometer se fosse em casos gritantes, como por exemplo homenagear um traficante. Agora, contra Lula, um ex-presidente da República, não tenho motivos para que eu possa cancelar o título dele", disse Botelho ,durante a posse da nova presidência do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) nesta segunda-feira (17).
 
"Seus governos [de Lula] foram marcados principalmente pela implementação bem sucedidas de programas de distribuição de renda, como o Bolsa Família, e de acesso aos mais pobres a linhas de créditos, salários mais altos, geração de empregos e melhor qualidade de vida em educação, moradia, infraestrutura e saneamento e outros setores dos quais o Estado de Mato Grosso foi e está sendo incalculavelmente beneficiado", diz trecho da proposta.
 
Segundo Botelho, cabe a Barranco agora, marcar a data para que Lula venha à Mato Grosso para receber o título da Assembleia Legislativa.
 
A entrega da 'homenagem' tem gerado bastante polêmica, já que o petista está sendo investigado pela Operação Lava Jato por possível esquema de corrupção na Petrobras e outros crimes contra ordem pública durante seu mandato como presidente do Brasil.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia