Cuiabá, 28 de Maio de 2024

VOLTA AO MUNDO Sábado, 04 de Novembro de 2017, 12:36 - A | A

04 de Novembro de 2017, 12h:36 - A | A

VOLTA AO MUNDO / MATHEUS LEITÃO

PT e PMDB formam alianças em 6 estados; TSE julga antecipação de campanha

G1



Reprodução / Internet

 

Em busca de vitória nas próximas eleições, o PT e o PMDB já negociam a formação de aliança em pelo menos seis estados: Alagoas, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Piauí e Sergipe. Os partidos deixaram a rixa do impeachment para trás, de olho em 2018. 



Os senadores peemedebistas Renan Calheiros e Eunício Oliveira, por exemplo, foram favoráveis à saída de Dilma Roussef do poder, mas estão ao lado do ex-presidente Lula. “PT e PMDB já negociam se aliar em seis estados”, diz a manchete do Globo.



O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve julgar ainda este ano duas ações contra os presidenciáveis Jair Bolsonaro e Lula por propaganda eleitoral antecipada. Eles serão questionados pela publicação de vídeos na internet.



Os dois lideram as pesquisas de intenção de voto e já deixaram claro a intenção de concorrer em 2018 mas, de acordo com a lei, a propaganda eleitoral só pode começar em 15 de agosto. “TSE julga Bolsonaro e Lula por anteciparem campanha”, sublinha o título principal do Estado de S.Paulo.



Na Folha de S.Paulo, o destaque é para a ação antitrabalho escravo feita pelo Ministério do Trabalho e acompanhada pela equipe do jornal. Segundo a reportagem, a fiscalização de fazendas no sul da Bahia deixou claro que o trabalho escravo só é relatado pelos fiscais em casos radicais. 


A postura contraria declaração do presidente Michel Temer em entrevista de que, “se não tiver saboneteira no lugar certo”, é caracterizado o trabalho escravo. “Ação antitrabalho escravo põe em xeque tese de Temer”, aponta manchete da Folha.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia