Cuiabá, 17 de Junho de 2024

BRASIL Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024, 18:07 - A | A

21 de Fevereiro de 2024, 18h:07 - A | A

BRASIL / INVESTIGAÇÃO DA PF

PF diz que Cariani usava nomes de crianças para fraudar compra de hormônio de crescimento

Troca de mensagens para conseguir medicamento de forma irregular foi anexada à denúncia por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

Isabela Leite / Lívia Machado
GloboNews e g1 SP



A Polícia Federal encontrou trocas de mensagens entre o influenciador fitness Renato Cariani e uma mulher, identificada como Elen, parceira de negócios dele, que indicam um esquema fraudulento para compra de remédios com descontos, dentre eles, o Norditropin, conhecido como “GH”, que é um hormônio de crescimento.

O influenciador usava nome de crianças para conseguir o medicamento.

"Amiga, consegue dois nomes de crianças com os dados dos pais para mim, por favor. Preciso comprar mais daquele medicamento", escreveu ele.
As trocas de mensagens ocorreram em julho de 2017 e foram anexadas ao inquérito da PF como mais uma das irregularidades e fraudes cometidas por Cariani.

Ele foi indiciado por suspeita de desvio de produtos químicos para a produção de toneladas de drogas para o narcotráfico.

Influencer e mais dois indiciados

Em janeiro deste ano a Polícia Federal de São Paulo concluiu o inquérito contra o influenciador. O relatório final terminou com o indiciamento dele e de mais dois amigos pelos crimes de tráfico equiparado, associação para tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

Além de Renato, Fabio Spinola Mota e Roseli Dorth são acusados pela PF de usar uma empresa para falsificar notas fiscais de vendas de produtos para multinacionais farmacêuticas. Os insumos eram desviados para a fabricação de cocaína e crack, drogas que, de acordo com a investigação, abasteciam uma rede criminosa de tráfico internacional comandada por facções criminosas, como o Primeiro Comando da Capital (PCC).

Leia a matéria completa CLICANDO AQUI.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia