Cuiabá, 21 de Junho de 2024

CIDADES Quarta-feira, 13 de Março de 2024, 17:15 - A | A

13 de Março de 2024, 17h:15 - A | A

CIDADES / VISITA A MT

Pesquisadores de Harvard elogiam ensino da Língua Inglesa em MT; "Pode ser referência nacional e internacional"

Hari e Barkha realizam trabalho para tese de Mestrado sobre o Mais Inglês, que será apresentada em maio, nos Estados Unidos

Da Redação
Única News



Mato Grosso poderá se tornar referência nacional e internacional no estudo da Língua Inglesa, tendo como base os resultados obtidos em sala de aula com o uso da Plataforma Mais Inglês, que é ofertada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) às escolas da Rede Estadual de Ensino. A definição dos professores pesquisadores da Universidade de Harvard (EUA), Hari Sivasubramaniapandian e Barkha Tripathi, foi feita durante uma visita ao Palácio Paiaguás, na manhã desta quarta-feira (13), em Cuiabá.

Desde dezembro de 2023 eles realizam uma pesquisa para defesa de tese de Doutorado em Harvard e estão visitando escolas da rede em vários municípios do Estado. O objetivo é conhecer as práticas e os resultados obtidos no aprendizado por meio das ações da Política Pública de Línguas Estrangeiras para estudantes do Ensino Fundamental e do Ensino Médio.

“Buscamos, principalmente, identificar como tem sido a aprendizagem com esse processo implantado pela Seduc. O objetivo é concluir a pesquisa nos próximos dias e apresentá-la na Escola de Governo de Harvard, em meados de maio”, pontuou Hari.

O professor elogiou os recursos disponibilizados pela plataforma desde 2022, que é acessada em sala de aula pelos 180 mil Chromebooks adquiridos para as escolas pelo Governo de Mato Grosso. “Considero importante essa metodologia”, disse, destacando que atende os estudantes a partir do 8º ano do Ensino Fundamental, do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Em uma fala dirigida ao secretário de Estado de Educação, Alan Porto, que também participou da recepção, Hari disse que a educação pública de Mato Grosso foi escolhida para a pesquisa pelo nível de tecnologia educacional que usa no ensino da língua. "É uma educação personalizada e adaptativa. Estamos verificando, justamente, o seu resultado em larga escala”.

Por sua vez, Barkha, disse que a pesquisa estará concluída em abril e que poderá, até lá, apresentar o resultado qualitativo com total precisão. “Durante a pesquisa percebemos que as escolas da rede estadual apresentam aumento significativo na proficiência dos estudantes com uso da plataforma Mais Inglês”.

Em sua fala aos pesquisadores, o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, disse que Mato Grosso sempre busca colocar incentivos diferenciados para chamar a atenção dos estudantes e os estimularem aos estudos. Ele citou o Programa de Intercâmbio MT no Mundo.

“O Governo já investiu mais de R$10 milhões nesta ação, desde 2023, que traz um diferencial não apenas no aprendizado por meio da imersão, mas também no conhecimento sobre muitos aspectos da cultura local durante os 21 dias em que os 100 estudantes passam na Inglaterra”, falou Alan.

O secretário também ressaltou que esse reconhecimento, por meio dos professores pesquisadores, mostra que a Seduc está no caminho certo para alcançar a meta de estar entre as cinco melhores redes públicas até 2032, conforme determina o Plano EducAção 10 Anos.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia