Cuiabá, 29 de Maio de 2020

POLÍCIA
Sábado, 04 de Abril de 2020, 17h:11

ESCALADA DA VIOLÊNCIA

Mortes violentas na região Norte de Mato Grosso chamam atenção em todo o país

Elloise Guedes
Única News

(Foto: reprodução)

A escalada da violência na região Norte de Mato Grosso vem surpreendendo a imprensa e a população. Mortes violentas, especialmente de adolescentes e idosos, ganharam repercussão local e nacional nas últimas semanas. Sinop, Sorriso e Lucas do Rio Verde, tiveram mortes macabras, que chocaram os moradores das cidades.

Em Sinop, município que fica a 503 km de Cuiabá, um menino de 11 anos de idade foi morto com um tiro na cabeça, na noite de 27 de março, dentro de sua casa. Um homem invadiu a residência da família e matou o garoto. O pai do menino ouviu o disparo e flagrou o momento em que o suspeito pulava o muro da residência. O suspeito ainda não foi encontrado. A polícia investiga o crime.

Na cidade de Lucas do Rio Verde (a 360 km de Cuiabá), a mãe do sargento Vidal, Salvina dos Santos Vidal, de 75 anos, foi estuprada e brutalmente assassinada na madrugada de 8 de março, Dia das Mulheres. Ela saiu de casa para caminhar e não foi mais vista. Horas depois a família recebeu a notícia da morte da idosa, que tinha sido abandonada em um terreno baldio. O suspeito, Adevanir Ferreira da Silva, foi identificado e preso.

O caso mais recente e que chamou atenção de toda a população mato-grossense, foi da adolescente Anna Luiza Nunes do Carmo, de 13 anos. Ela estava desaparecida desde a noite de terça-feira (31 de março) e foi encontrada morta dois dias depois, em um terreno baldio utilizado por usuários de drogas.

Anna Luiza foi morta a tijoladas. O suspeito é um adolescente de 15 anos, que já foi apreendido. Ele relatou à polícia que matou a menina por que suspeitava que ela estaria grávida e isso acabaria com um outro relacionamento dele. A polícia continua investigando o caso.

No mesmo dia, também em Sorriso, um outro adolescente, de 15 anos, foi encontrado morto em estado de decomposição, atrás de uma escola na cidade. Ele estava desaparecido há dois dias. A família foi ao local e fez o reconhecimento da vítima. Haviam perfurações de faca por todo o corpo. A família desconhece a motivação do crime e o assassino não foi encontrado.

Segundo a Polícia Civil, que investiga a maioria dos crimes, esses casos vêm sendo acompanhados de perto, especialmente pelo envolvimento de menores na maioria deles.

O índice de mortes envolvendo adolescentes e idosos vem aumentando a cada dia. Um balanço será feito e divulgado em alguns meses, de acordo com a PJC.

Esses casos chamaram a atenção da população, especialmente, pelo nível de crueldade empregado pelos suspeitos. As investigações dos casos, em sua maioria, apontam motivação torpe.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE