Cuiabá, 13 de Julho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2019, 11:07 - A | A

14 de Janeiro de 2019, 11h:07 - A | A

POLÍTICA / "COLOCAR NOS EIXOS"

Possas diz que Pinheiro busca virar a página na Saúde até 2020

Luana Valentim
Da Redação



(Foto: Sicom)

secretário de saúde de cuiabá -luiz-antonio-possas-de-carvalho 2.jpg

 

O secretário municipal da Saúde, Luiz Antônio Possas de Carvalho, em entrevista à Rádio Vila Real FM, nesta segunda-feira (14), destacou que em menos de dois meses que está à frente da pasta, tem realizado mudanças emergenciais para melhorar a saúde em Cuiabá. Buscando, primeiro, acabar com os corredores do Pronto Socorro Municipal e fazer a distribuição de medicamentos e insumos para as unidades.

Possas iniciou pontuando que a questão da operação Sangria – que investiga fraudes da área da Saúde de Cuiabá, tendo como consequência a prisão do ex-secretário, Huark Douglas Correia – não manchou a pasta e não tem envolvimento com a gestão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), mas sim dos governos anteriores.

“Eu entendo que tudo na vida é uma questão de gestão, como pegar o centavo e fazer ele render R$ 1 pelo menos. E essa ótica que eu sempre apliquei em todos os cargos que passei na minha vida, todas elas com aprovação do governo na transparência e prestação de contas. Acredito que esse aqui é um desafio também não impossível de realizar, mas requer muito esforço, vontade e a determinação do prefeito Emanuel Pinheiro de fazer uma virada de página na saúde”.

O secretário explicou que, por isso, essa virada de página na saúde até 2020 virá mesmo começando pela inauguração do novo Hospital Municipal de Cuiabá e terminará com a reforma total de todos os equipamentos que compõe a Saúde.

Questionado se acredita que na Saúde precisa de uma grande auditoria para saber como que chegou ao ponto de faltar o remédio básico, Possas destacou que já começou a fazê-la - uma vez que há medicamentos no Centro de Distribuição de Medicamentos e Insumos -, tem visitado todas as unidades de atenção básica de saúde e se dedicará exclusivamente a isso.

Ressaltou que o Hospital São Benedito, com a nova direção, entrou nos eixos e voltou a funcionar com 100% da média de atendimento. O HMC já irá começar a trabalhar sob essa mesma ótica.

“Então a realidade que precisamos mexer para valer é na atenção básica. É onde o cuiabano precisa ser atendido para que ele não adoeça e vá as especializadas buscar uma reparação de uma doença. Para isso, a determinação do prefeito é que a secretaria volte exclusivamente para cuidar da atenção básica de saúde, por isso nada é impossível, tudo é querer fazer, ter boa vontade e determinação”.

Possas frisou que faltou gestão na logística e na compra de medicamentos, pois há remédios excessivos de um lado e faltando do outro, informou que já fez um levantamento para os que faltaram e no dia 23 de dezembro estava chegando a noite no Pronto Socorro Municipal um caminhão com anestésicos que estava com um estoque crítico.

Ele relatou que está fazendo um levantamento de todos os contratos e haverá, além das exonerações, troca de empresas como a que houve com a de ortopedia que em 10 dias realizou o que a anterior não fez em 60 dias de operações, acreditando que daqui a duas semanas não haverá mais pessoas lotadas nos corredores do PSM.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia

Marco Aurélio 14/01/2019

Priorizando recursos para a campanha da sua esposa é que não vai dar porque o povo não aceita mais.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1