Cuiabá, 12 de Julho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 15 de Abril de 2019, 17:58 - A | A

15 de Abril de 2019, 17h:58 - A | A

POLÍTICA / APÓS CASSAÇÃO

Sakamoto acha justo que Selma Arruda arque com despesas de novas eleições

Euziany Teodoro
Única News



O desembargador Pedro Sakamoto, responsável pelo relatório e voto que cassou o diploma da senadora Selma Arruda (PSL) no dia 10 de abril, afirmou, em coletiva à imprensa nesta segunda-feira (14), que acharia justo que Selma Arruda arcasse com os custos de uma nova eleição ao Senado.

“Se for esta a decisão do Tribunal Superior Eleitoral, acho uma medida bastante justa, pois o despende é muito grande. O custo é bastante dispendioso. Se isso o TSE decidir, acho bastante justo”, afirmou o desembargador.

Já há entendimento da Advocacia Geral da União e também do próprio TSE neste sentido.

Cassada por prática de Caixa 2 e abuso de poder econômico no pleito de 2018, quando foi eleita senadora, Selma Arruda entrou com embargos de declaração no Tribunal Regional Eleitoral e também entrará com recurso contra a decisão no Tribunal Superior Eleitoral.

O TSE é que dará a palavra final no processo. “Vai depender do TSE e não há previsão. Se eu disser que será dentro de um ano, estarei faltando com a verdade”, disse o desembargador.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia