Cuiabá, 21 de Junho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 09 de Maio de 2024, 17:04 - A | A

09 de Maio de 2024, 17h:04 - A | A

POLÍTICA / SEM PREVISÃO DE ALTA

Amália Barros segue internada na UTI; “Oro para que o pior tenha passado”, afirma esposo

Deputada está internada desde o dia 1º de maio, quando realizou uma cirurgia para retirada de um tumor benigno.

Ari Miranda
Única News



O digital influencer e produtor rural Thiago Boava, marido da deputada federal Amália Barros (PL-MT), disse nesta quinta-feira (9) que o estado de saúde da esposa ainda é considerado grave e aguarda o resultado de como o corpo da parlamentar reagirá à diminuição dos medicamentos sedativos.

Amália está internada desde o dia 1º de maio no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, para realizar a retirada de um nódulo benigno no pâncreas, descoberto após exames para realizar uma fertilização In Vitro.

Mesmo com o êxito da cirurgia e a retirada do câncer benigno, um dia após a realização do procedimento, a parlamentar sofreu um quadro hemorrágico. Devido ao sangramento, foi necessário que Amália passasse por outros procedimentos cirúrgicos para sanar o problema.

Atualmente, o estado de saúde da mato-grossense é estável, porém segue intubada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“Acredito e oro para que o pior já tenha passado. A gente não tem essa segurança, porque ainda é grave, mas está controlado. Agora é esperar o corpo [irá] responder aos estímulos, à diminuição de remédio, reagir bem ao processo”, afirmou Thiago.

Boava destacou ainda que, desde sábado (4), sua esposa tem reagido bem aos tratamentos e vem registrando evoluções diárias no quadro de saúde. No entanto, as melhoras são pequenas, frente aos vários procedimentos cirúrgico que a parlamentar precisou realizar.

Amália Barros pôde respirar sem os aparelhos por alguns dias após a cirurgia, porém precisou ser entubada novamente para uma cirurgia no fígado, que, de acordo com Boava, o órgão estava produzindo bilirrubina em excesso, causando alucinações na esposa, além de uma obstrução no canal da vesícula biliar.

O procedimento, segundo o produtor, também foi realizado com sucesso, todavia a equipe médica resolveu manter Amália sedada par uma boa recuperação.

“Como isso [bilirrubina] causa alucinação e pelo desgaste físico, mental e agitação, eles preferiram mantê-la sedada. Ela está sedada, mas você conversa com ela e ela aperta a sua mão, está consciente, mas controlada, para não ficar agitada, porque no estado de saúde que ela está a agitação apenas prejudica”, destacou.

Além disso, Thiago Boava agradeceu as mensagens de carinho e boas energias que têm recebido nestes dias.

“Todos os mato-grossenses têm mandado milhares de mensagens, pessoas de diversos municípios, deputados, senadores, da parte do governo, todos demonstraram um carinho muito grande. Sou grato a todos e peço que continuem orando”, pontuou.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia