Cuiabá, 21 de Julho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 30 de Maio de 2024, 14:15 - A | A

30 de Maio de 2024, 14h:15 - A | A

POLÍTICA / HONRARIAS PARA DINO E MORAES

Após Jayme definir suspensão de títulos como “molecagem”, Cattani responde: “Molecagem é o povo de VG não ter água”

Estadual rebateu crítica apontando principal problema da 2ª maior maior cidade do Estado, administrada historicamente pela família do senador.

Fred Moraes
Única News



O deputado estadual Gilberto Cattani (PL), respondeu as críticas feitas pelo senador de Mato Grosso, Jayme Campos (União Brasil), em torno da retirada das homenagens concedidas aos ministros do Superior Tribunal Federal (STF), Flávio Dino e Alexandre de Moraes, fruto de um pedido do bolsonarista.

Em entrevista à imprensa, Jayme disser que suspender as honrarias tratava-se de uma “molecagem” por parte do deputado, trazendo a “humilhação” aos homenageados.

ENTENDA: Jayme: “Cancelamento de títulos de cidadão a Moraes e Dino foi ‘molecagem’”

"Seja por questão ideológica, partidária, isso não interessa. Esse é um papel que acho que não pode ser feito por um Poder do nosso Estado, acho que isso é molecagem, falta de respeito. E daí dá o título e depois vai e cassa o título. Isso não se faz com ninguém né, é humilhante", complementou.

Como resposta, Cattani disse a imprensa que a “molecagem” maior era a que acontece na segunda maior cidade do Estado, Várzea Grande, município administrado historicamente pela família Campos, que sofre com a falta d’água.

“Molecagem é o povo de Várzea Grande não ter água para regar cebolinha que o Abílio manda, né? Não vou entrar no demérito de chamar de 'moleque' ou não. Que venha o senador para a Comissão e mostre onde está errado o meu rito”, disse o deputado nesta quarta-feira (29).

SUSPENSÃO DE TÍTULOS

Na última semana, a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), a qual Cattani preside, aprovou uma entrega do título de Cidadão Mato-grossense a Dino e Moraes pelo serviço desenvolvido a população do Estado. A proposta foi apresentada pelo deputado estadual Valdir Barranco (PT).

No entanto, Cattani afirmou que não participou da votação das honrarias e que teria sido feito de maneira “incorreta” e por "debaixo dos panos".

Sendo assim, na quarta-feira (23), entregou a Mesa Diretora do Legislativo, um oficio solicitando a revogação dos títulos, solicitando que o pedido retornasse a comissão cumprindo os ritos integralmente.

“Tomei conhecimento desses dois títulos de cidadania pela imprensa e como não passou pelo rito correto e pelo crivo da comissão como deveria, solicitamos a sua anulação. Não estamos cerceando o direito de nenhum dos deputados de homenagear quem quer que seja, mas precisamos fazer da maneira correta”, explicou Cattani.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia