Cuiabá, 22 de Fevereiro de 2020

POLÍTICA
Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2020, 17h:46

SENADO, PREFEITURAS E CÂMARAS

Em ano atípico, MT terá duas eleições em menos de seis meses; órgãos definem regras

Da Redação
Única News

Assessoria

O ano de 2020 será atípico em Mato Grosso. Duas eleições serão realizadas em um curto espaço de tempo, apenas seis meses entre um pleito e outro. Em 26 de abril ocorre a disputa suplementar para a vaga de senador da República e em 4 de outubro as eleições municipais para os cargos de prefeitos e vereadores.

Na tentativa de organizar o cenário e alinhar as estratégias, representantes do Ministério Público Eleitoral, por meio da Procuradoria Regional Eleitoral em Mato Grosso (PRE/MT), e do Ministério Público Estadual se reuniram na sede do Ministério Público Federal, em Cuiabá (MT) na tarde dessa quarta-feira (22).

O foco principal do encontro foi a realização de propaganda fora do período eleitoral pelos candidatos tanto nas eleições suplementares de abril, quanto para as eleições municipais, para a escolha de prefeitos e vereadores. O procurador da República, titular da PRE/MT, Pedro Melo Pouchain Ribeiro, discutiu junto aos promotores eleitorais os preparativos para as eleições, além de traçar um panorama com as propostas de atuação, visto que Mato Grosso terá dois períodos eleitorais este ano.

Pouchain reforçou que a ideia é trabalhar de maneira coordenada e preventiva, antes e durante o período eleitoral. “Vamos acompanhar de perto situações que podem ter a sua legalidade questionada, situações duvidosas, principalmente em relação à propaganda. É fundamental que desde o início tenhamos um acompanhamento razoável para que possamos também orientar e recomendar aos pré-candidatos e aos partidos para que tenhamos uma campanha legítima”, acrescentou o procurador regional eleitoral.

Para o coordenador do Centro de Apoio Operacional (CAO) Eleitoral, promotor de Justiça Marcelo Lucindo Araújo, 2020 será um ano de muito trabalho e, por isso, a necessidade de começar cedo as tratativas para o período eleitoral.

“A reunião serviu para ajustarmos os ponteiros, uniformizar a atuação e estreitar a parceria entre a Procuradoria Regional Eleitoral e o Ministério Público Estadual. Estamos na fase inicial das tratativas, mas com objetivo de conferir uniformidade de atuação, principalmente em matéria de propaganda eleitoral, para desenvolver um trabalho efetivo e que se reverta em prol de uma eleição justa, democrática e equilibrada entre todos os candidatos”, afirmou. 

Também participam da reunião os promotores de Justiça Anne Karine Louzich Hugueney Wiegert, Arnaldo Justino da Silva, Cláudio Cesar Mateo Cavalcante, Clóvis de Almeida Júnior, Miguel Slhessarenko Junior e Sérgio Silva da Costa. (Com assessoria)


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE