Cuiabá, 27 de Maio de 2020

POLÍTICA
Sábado, 04 de Abril de 2020, 11h:03

NOVO DECRETO

Pinheiro avalia primeiros dias como positivos, mas mantém restrições; veja todas as medidas

Euziany Teodoro
Única News

Luiz Alves/Secom

O prefeito Emanuel Pinheiro, em pronunciamento online neste sábado (4), afirmou que os primeiros 15 dias de restrições em combate ao COVID-19 tiveram resultado positivo, evitando uma proliferação ainda maior da doença. O comércio foi fechado, aulas suspensas, transporte público reduzido, servidores mandados para casa e várias outras medidas foram tomadas.

“O resultado desses primeiros 15 dias é positivo. Não é o ideal, porque houve um relaxamento no comportamento da população na última semana, mas nos primeiros 10 dias os resultados foram altamente satisfatórios.”

Segundo ele, graças às medidas adotadas pela Prefeitura, a curva de contágio em Cuiabá está bem abaixo do nível brasileiro. “A curva da epidemia em Mato Grosso mostra uma elevação parecida com a curva do Brasil, em rápida ascensão. Após o dia 20 de março, quando a Prefeitura de Cuiabá estabeleceu medidas restritivas, a curva de caiu, ficando bem abaixo da curva do Brasil e do pior cenário no mês de março, que eram os dados apresentados na Itália. Isso mostra a efetividade das medidas tomadas pela Prefeitura de Cuiabá”, disse.

Neste sábado, anunciou que as aulas continuam suspensas em toda a rede municipal de ensino, do dia 6 de abril ao dia 10 de maio. Escolas, creches, programa “Bom de Bola, Bom de Escola” e qualquer outra atividade que enseje aglomeração de crianças está suspensa.

Neste período, está garantida a merenda escolar para as crianças em vulnerabilidade. Do total de 54 mil alunos da rede municipal de ensino, 18 mil estão abaixo da linha da pobreza e a merenda escolar, muitas vezes, é sua única alimentação diária.

Também estão suspensos o passe-livre estudantil, a tarifa social e o Cartão Melhor Idade, que garantiam passagem livre no transporte coletivo da capital. O objetivo, de acordo com o prefeito, é evitar o uso dos ônibus, um dos principais meios propagadores da doença.

“É necessário que os idosos e familiares dos idosos, que representam grupos de risco, entendam: não saiam de casa! Vocês precisam ser exemplos de isolamento social. A propagação do novo coronavírus tem em você, pessoa idosa, e outros do grupo de risco, a presa ideal para proliferar e agravar o quadro de saúde, levando até o óbito”, afirmou Pinheiro.

O transporte coletivo continuará funcionando com 30% da frota, sendo que 10% deverão ser exclusivamente para profissionais da área de saúde, devidamente identificados, e os outros 20% para profissionais de áreas essenciais, também devidamente comprovados.

O comércio continua fechado em Cuiabá. De 6 a 21 de abril, está estabelecido o fechamento de qualquer estabelecimento comercial no âmbito de Cuiabá, incluindo shoppings, restaurantes, bares, lanchonetes, templos, igrejas, academias, feiras livres e exposições em geral. A realização de qualquer natureza religiosa ou cultural e que enseje em aglomeração de pessoas, está vedada. A vedação também se aplica aos trabalhadores informais e ambulantes.

O prefeito liberou o funcionamento de supermercados nos feriados, que estavam proibidos até agora. De 6 a 21 de abril, eles poderão funcionar de domingo a domingo e também aos feriados, porém, obedecendo ao horário restrito: das 8h às 19h. apenas as padarias poderão abrir antes, às 6h da manhã.

Para o comércio, as restrições serão reavaliadas a cada quinze dias, levando em conta os protocolos da Organização Mundial de Saúde e Ministério da Saúde brasileiro, além do controle que está sendo feito pelo Comitê de Enfrentamento ao novo Coronavírus, do qual o prefeito é o presidente.

O decreto Nº 7.868, de 3 de abril de 2020, será publicado na próxima segunda-feira (6) e traz 47 artigos com todas as determinações em prol do combate ao novo Coronavírus na Capital.

Veja todas as medidas adotadas no anexo abaixo.

Anexos:


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE