Cuiabá, 26 de Fevereiro de 2021

RADAR NEWS
Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2021, 16h:31

INFERNO ASTRAL

Zé Carlos do Pátio perde três aliados em um curto período de tempo

Única News
Da Redação

AL-MT

O prefeito de Rondonópolis (a 218 km de Cuiabá), Zé Carlos do Pátio (Solidariedade), passa por um momento difícil em sua gestão, após perder três aliados considerados 'braços direitos' em menos de 20 dias.

Logo após ser reeleito, Pátio perdeu o assessor Celson Antônio de Carvalho, que atuou como estrategista na campanha de Zé e era considerado um dos principais assessores do prefeito. Celson foi assessor de Pátio por mais de 30 anos e foi também secretário municipal de Comunicação.

Ele estava internado na Santa Casa e morreu depois de complicações da Covid-19. Ele faleceu no dia 29 de dezembro.

Outro aliado que Zé perdeu no começo de 2021 foi o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda de Moraes (SD), que foi líder do Executivo na Câmara Municipal. No dia 2 de janeiro, o ex-parlamentar, de 64 anos, morreu após 6 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Casa de Rondonópolis. Ele era hipertenso e tinha problemas cardíacos e pulmonares.

Na manhã desta sexta-feira (15), Terezinha Silva Souza, que era diretora-geral do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear), foi executada com três tiros na cabeça, quando estava em uma caminhonete com seu motorista.

Terezinha era mulher de confiança na gestão de Pátio. O prefeito foi uma das primeiras pessoas a chegar na Santa Casa para tentar ver a diretora, mas ela já chegou morta ao hospital.

Até agora Zé do Pátio não falou sobre a morte de Terezinha, talvez por conta do baque de mais uma perda importante na sua vida pessoal e política.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE