Cuiabá, 25 de Maio de 2024

GERAL Quarta-feira, 03 de Maio de 2017, 17:12 - A | A

03 de Maio de 2017, 17h:12 - A | A

GERAL / EFEITO CRISE

Hotel não suporta instabilidade financeira e encerra atividade em Cuiabá

Wellyngton Souza / Única News



(Foto: Reprodução)

08022015074404.jpg

 

O Hotel Bussines Prime, localizado na avenida República do Líbano, na saída para Chapada dos Guimarães, fechou as portas nesta terça (2), com isso, este é o quarto empreendimento de luxo na capital a não suportar o efeito da crise.

 

Cerca de 40 funcionários que trabalhavam pelo funcionamento do hotel, construído a princípio para abrigar turistas e visitantes da Copa do Mundo de 2014, custou aproximadamente R$ 20 milhões.

 

A estrutura do hotel possuí 123 apartamentos executivos sendo doze suítes, restaurante, piscina, área de lazer, academia de ginástica, espaço empresarial com seis salas de reunião e auditório para palestra.

 

Em menos de dois anos, já encerraram as atividades os hotéis Mangabeiras, Slavieiro e Global Garden, todos na capital. O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Mato Grosso (Abih-MT), Bruno Delcaro, destaca a dificuldade no cenário, não somente na rede hoteleira, mas varejista, comercial e outros.

 

"Os investimentos foram muito altos e o retorno por parte da gestão passada foi muito baixo. Somado a isto, enfrentamos uma crise nacional política. Isso contribuiu para piorar. Os hotéis estão trabalhando com ociosidade de mais de 50% em 2017".

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia