Cuiabá, 20 de Junho de 2024

POLÍCIA Quinta-feira, 30 de Maio de 2024, 01:36 - A | A

30 de Maio de 2024, 01h:36 - A | A

POLÍCIA / CASO ODENIL ALVES

Polícia identifica criminoso que matou PM em Cuiabá e apreende moto usada no crime

Veículo e vestimentas utilizadas pelo atirador foram apreendidos em um endereço no bairro CPA 2. Suspeito ainda é procurado pelas Forças de Segurança.

Ari Miranda
Única News



A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cuiabá, identificou nesta quarta-feira (29) o autor do assassinato do 1º Sargento da Polícia Militar, Odenil Alves Pedroso, morto a tiros na tarde desta terça-feira (28) em frente à UPA do bairro Morada do Ouro.

Segundo a Polícia Civil, o criminoso, identificado como Raffael Amorim de Brito, 28 anos, tem mandados de prisão em aberto pelos crimes de roubo e extorsão mediante sequestro.

As equipes policiais chegaram à identificação do executor após um intenso trabalho investigativo, que contou com análises de imagens de câmeras de monitoramento várias diligências investigativas.

ENTENDA O CASO:

- Criminoso atira na cabeça de sargento da PM em frente à UPA Morada do Ouro

- Sargento vítima de atentado em Cuiabá morre durante cirurgia no HMC

(Foto: Reprodução/Polícia Civil)

MOTO USADA MORTE ODENIL ALVES

Motocicleta e pertences utilizados pelo atirador durante o crime.

Com apoio da equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) da capital, agentes da DHPP localizaram a motocicleta utilizada no crime e outros objetos utilizados na ação criminosa, como o capacete, botas e a jaqueta utilizada pelo atirador no momento da execução.

O veículo e os pertences do assassino foram apreendidos nesta quarta-feira (29) em um endereço situado na Rua Paraná, no bairro CPA 2, em Cuiabá, onde o criminoso abandonou os objetos logo após matar o sargento da PM.

A equipe da DHPP segue com as diligências, desta vez para localizar e prender o assassino, bem como identificar possíveis envolvidos na morte de Odenil e a motivação do crime

O CRIME

Odenil Alves foi atingido com um disparo de arma de fogo na cabeça na tarde desta terça-feira (28), em frente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Morada do Ouro, em Cuiabá.

Imagens de uma câmera de segurança próxima do local mostra o momento em que o atirador, vestido com calça e jaqueta preta, chega ao local em uma moto Honda Pop 100, desce do veículo e atira no policial, que estava lanchando.

Em nota, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (SORP) esclareceu que o agente estava em horário de serviço na UPA Morada do Ouro, quando foi atingido. O primeiro sargento da PM é lotado no 3º Batalhão da PM e estava escalado para serviço na Unidade Hospitalar.

O policial recebeu os primeiros socorros na UPA Morada do Ouro, de onde foi levado em um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) da PM ao Hospital Municipal de Cuiabá, onde morreu durante uma cirurgia de emergência.

(Foto: Reprodução/PMMT)

ODENIL ALVES - SARGENTO PM MORTO UPA

O 1º sargento PM Odenil Alves.

RETALIAÇÃO

Conforme apurado pelo Única News, a morte de Odenil foi atribuída à facção criminosa Comando Vermelho, que jurou vingança pela morte do faccionado Micael Oliveira Medeiros (26), o “Satã”, que morreu em confronto com policiais militares da Força Tática no último domingo (26) na rua 4 do bairro Jardim Vitória, em Cuiabá.

Segundo informações obtidas pelo setor de inteligência da PM, durante o velório de “Satã”, lideranças da facção teriam feito um juramento de vingança pela morte do comparsa.

Micael tinha mais de dez passagens policiais, por crimes como latrocínio, roubo, tráfico de drogas, formação de quadrilha, motim, entre outros.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3