Cuiabá, 16 de Junho de 2024

POLÍTICA Sábado, 03 de Fevereiro de 2024, 13:52 - A | A

03 de Fevereiro de 2024, 13h:52 - A | A

POLÍTICA / APÓS ENTREVISTA POLÊMICA

"A Europa quer ditar a regra de como devemos produzir alimentos aqui no Brasil", critica Assis

Aline Almeida
Única News



(Foto: Roger Perisson)

Coronel Assis

 

O deputado federal Coronel Assis (União-MT) saiu em defesa do presidente do Sindicato Rural de Sinop, Ilson José Redivo, após o produtor dar uma invertida em um repórter de uma TV francesa. O jornalista questionou Ilson sobre preservação ambiental em Mato Grosso. Para Assis, a resposta do produtor deixou clara a indignação a quem "quer ditar regras".

“A Europa quer ditar a regra de como devemos produzir alimentos aqui no Brasil, mas ignoram que um produtor rural na Amazônia legal, o que inclui a região norte de Mato Grosso, tem que preservar 80% de seu território. Enquanto isso, a principal matriz energética da Europa é o gás e o petróleo. Eles já desmataram tudo e querem vir ditar a regra aqui no maior produtor de alimentos do mundo?”, aponta o deputado

O parlamentar diz ainda que não é justo os produtores brasileiros terem que abrir mão de seu patrimônio, deixando de utilizar boa parte de suas terras para o cultivo de alimentos e não serem remunerados por isso.

“Os produtos agrícolas brasileiros tinham que no mínimo valerem a mais por serem produzidos em terras onde mais da metade é preservada. Os europeus têm muito o que aprender com nossos produtores rurais”, defende Coronel Assis.

Entenda

O presidente do Sindicato Rural concedeu entrevista a um repórter da emissora de TV francesa TF1, em sua propriedade nesta segunda-feira (30), na região norte de Mato Grosso. Num determinado momento, foi questionado o que ele tem feito pela preservação ambiental. O presidente devolveu a pergunta ao repórter com outros questionamentos.

“É uma perguntinha muito ‘pequenininha’, porque vocês não entenderam ainda o quanto nós fizemos aqui, o quanto nós fizemos de bem pelo meio ambiente. Quando eu tenho mais da metade da minha área preservada, sem produzir, eu pergunto: o que os outros fazem?”, questionou Redivo.

 VEJA A INVERTIDA DO PRODUTOR

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia