Cuiabá, 25 de Maio de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 24 de Outubro de 2017, 08:15 - A | A

24 de Outubro de 2017, 08h:15 - A | A

POLÍTICA / SEDUC

Alan Malouf é condenado a 11 anos de prisão por desvios em secretaria

Da Redação



(Foto: Reprodução/Web)

alan malouf preso.jpg

 

A juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Selma Rosane Santos Arruda, condenou o empresário Alan Malouf a 11 anos, 1 mês e 10 dias de reclusão, além de ter que pagar uma multa de 176 dias. A condenação é referente a operação ‘Grão Vizir’, onde é apontado como o principal líder dos esquemas.

 

Além do empresário, o engenheiro Edézio Ferreira da Silva foi condenado em 3 anos e seis meses de reclusão e 35 dias-multa.

 

Apesar das condenações, Malouf e Edézio podem recorrer em regime aberto.

 

A operação Grão Vizir é um desdobramento da operação Rêmora, que apura desvio de recursos na execução de obras de reformas e construções de escolas.

 

A magistrada havia condenado Malouf a 5 anos de reclusão e acabou sendo aumentada em 1/6 por conta do concurso de funcionários públicos.

 

Já com relação a corrupção passiva, Malouf foi condenado em 4 anos de reclusão. Porém, a pena foi reduzida em 10 meses por conta de sua confissão.

 

Edézio foi denunciado apenas pelo crime de organização criminosa. Por conta disso, teve a pena de 3 anos e 6 meses de reclusão.

 

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia