Cuiabá, 15 de Junho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 29 de Maio de 2024, 13:15 - A | A

29 de Maio de 2024, 13h:15 - A | A

POLÍTICA / CAÇADA CONTINUA

Assis sobre execução de PM em Cuiabá: "Esses vagabundos, facínoras, psicopatas sociais têm que ir pra vala"

Deputado federal e ex-comandante geral da PM garantiu que corporação agirá com “força máxima” contra criminosos que tramaram morte de agente.

Fred Moraes
Ari Miranda
Única News



Durante visita à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) na manhã desta quarta-feira (29), o deputado federal Coronel Assis (UB) lamentou a morte do 1º sargento Odenil Alves, assassinado por um faccionado na tarde desta terça-feira (28), em Cuiabá.

Ex-comandante da PM em Mato Grosso, Assis demonstrou indignação pelo fato de a morte do colega de farda ter sido uma retaliação da facção criminosa Comando Vermelho à morte do criminoso Micael Oliveira Medeiros, vulgo “Satã”, morto durante um confronto com policiais da Força Tática no bairro Jardim Vitória, na noite do último domingo (26).

À imprensa, o deputado garantiu que a corporação dará uma resposta à altura para a sociedade e aos faccionados que tramaram a morte de Odenil.

"Eu tenho muita fé na minha instituição, a Polícia Militar e tenho certeza que meus irmãos, policiais militares, estão trabalhando incansavelmente (...) pra poder elucidar esse crime e, mais do que isso, ir atrás desses vagabundos, esses facínoras, que são verdadeiros psicopatas sociais, porque planejar um tipo de crime como esse, com esse nível de crueldade”, disse Assis.

“A gente não pode aceitar o crescimento do crime [organizado]. A questão do crime [contra um policial] mostra que eles [faccionados] estão avançando uma linha que eles não podiam avançar”, completou.

Além disso, o parlamentar destacou que o setor de inteligência da instituição está empenhado nas investigações da morte de Odenil, ressaltando que, caso o criminoso que executou o policial e seus comparsas ofereçam resistência à prisão, poderão sofrer graves consequências e "ir pra vala".

“Caso exista uma resistência por parte desses criminosos, com certeza, que seja o destino [deles] ir pro cemitério, ir ‘pra vala’ [sic.], porque não é possível uma situação dessa com qualquer um da sociedade, ainda mais um policial, que estava cumprindo o seu dever”, pontuou Assis.

Reprodução

Pm odenil baleado em frente a upa morada do ouro

No detalhe, o sargento PM Odenil Alves.

O CRIME

O 1º sargento Odenil Alves foi atingido com um disparo de arma de fogo na cabeça na tarde desta terça-feira (28), em frente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Morada do Ouro, em Cuiabá.

Imagens de uma câmera de segurança próxima do local mostra o momento em que o atirador, vestido com calça e jaqueta preta, chega ao local em uma moto Honda Pop 100, desce do veículo e atira no policial, que estava lanchando.

Em nota, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (SORP) esclareceu que o agente estava em horário de serviço na UPA Morada do Ouro, quando foi atingido. O primeiro sargento da PM é lotado no 3º Batalhão da PM e estava escalado para serviço na Unidade Hospitalar.
O policial recebeu os primeiros socorros na UPA Morada do Ouro, de onde foi levado em um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) da PM ao Hospital Municipal de Cuiabá, onde morreu durante uma cirurgia de emergência.

Reprodução

vulgo sata

No detalhe, o criminoso Micael Medeiros, o "Satã".

RETALIAÇÃO

Conforme apurado pelo Única News, o crime foi atribuído à facção criminosa Comando Vermelho, que jurou vingança pela morte do faccionado Micael Oliveira Medeiros (26), o “Satã”, que morreu em confronto com policiais militares da Força Tática no último domingo (26) na rua 4 do bairro Jardim Vitória, em Cuiabá.

Segundo informações obtidas pelo setor de inteligência da PM, durante o velório de “Satã”, lideranças da facção teriam feito um juramento de vingança pela morte do comparsa.

Micael tinha mais de dez passagens policiais, por crimes como latrocínio, roubo, tráfico de drogas, formação de quadrilha, motim, entre outros.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia