Cuiabá, 22 de Junho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 28 de Dezembro de 2023, 16:50 - A | A

28 de Dezembro de 2023, 16h:50 - A | A

POLÍTICA / PERCENT BRASIL

Vereadores de oposição a Emanuel lideram pesquisa para Câmara de Cuiabá

Vereadores Dilemário e Michelly Alencar apareceram no topo do levantamento divulgado pela Percent Brasil nesta quinta-feira.

Ari Miranda
Única News



Reprodução

DILEMÁRIO  E MICHELLY.png

Os vereadores Dilemário Alencar (Pode) e Michelly Alencar (UB).

Integrantes da oposição ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) na Câmara de Cuiabá, os vereadores Dilemário Alencar (Pode) e Michelly Alencar (UB) aparecem em 1º e 2º lugar, respectivamente, na pesquisa eleitoral divulgada pelo Instituto Percent Brasil nesta quinta-feira (28) para as eleições 2024.

De acordo com o levantamento, Dilemário aparece como o candidato mais lembrado pela população, com 3% das intenções de votos. Na sequência e não muito distante, Michelly obteve a preferência de 2,7% dos pesquisados.

Os nomes de Dilemário e Michelly são seguidos por Dídimo Vovô (PSB) em 3º, com 2,5%; Cézinha Nascimento (UB) em 4º, com 2%; e em quinto lugar, o atual presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Chico 2000 (PL), com 1,9%.

O vereador Sargento Joelson (PSB) aparece na 6ª posição, com 1,7%. Na sequência aparecem Lilo Pinheiro (PDT), com 1,5%; Adevair Cabral (PTB), com 1,3%.

Ocupando o 9º lugar da lista, um novato na disputa: o servidor público Ilde Taques, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), com 1,1% das intenções de voto, seguido pelo vereador Dr. Luiz Fernando, que fecha o “Top 10” da pesquisa Percent Brasil, com 1% das intenções de voto.

Outros 26 nomes aparecem com menos de 1% de intenções de votos.

VEJA LISTA COMPLETA NO FINAL DESTA MATÉRIA

Em 2024, os cuiabanos vão eleger 27 vereadores, dois a mais que na atual legislatura, visto que a Casa de Leis aprovou neste anoo aumento no número de cadeiras para 2025.

A pesquisa ouviu 1.200 eleitores em vários bairros da capital, entre os dias 19 e 26 de dezembro. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de 2,83 pontos perentuais, para mais ou para menos.

Reprodução/Percent Brasil

Reprodução/Percent Brasil

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia